segunda-feira, 12 de julho de 2010

Pobre Francine... Pobre Francine!

Por muito tempo, John Waters no Brasil era Hairspray, Cry-Baby e Serial Mom. Conseguir qualquer outro filme dele era trabalho árduo.

E daí eu consegui gravar Polyester (1981) na Warner Chanel! A emissora tinha uma sessão, às 0hs das sexta feiras, chamada Bizarro.

Amei, e assisti as desventuras de Francine (Divine) quase até gastar a fita! Virou atração das vistas que apareciam com vontade de assistir alguma coisa dos meus VHS.

Surpresa foi com o advento do You Tube... Descobri no trailer que a cópia exibida na TV estava TODA picada!

Não tinha a (justificável) explicação no início do cientista sobre o uso do Odorama. E nem essa primeira paquerada onde o Tab Hunter dá uma pegadinha lá e levanta o dedo indicador.

Mas tem outras! Como a dona de casa desesperada se enforcando na geladeira...
... E o único momento de prazer de sua vida de cão! Quando se masturba imaginando o entregador de pizza.
Fui enganado por décadas! A gente paga mensalidade inteira e recebe TV pela metade.

Veja também:
Odorama: Cinema com cheiro



6 comentários:

Filipe Pereira disse...

Acho que é meu filme preferido do Waters, não sei explicar exatamente o porquê. Estou doido para ler o livro de ensaios.

Miguel Andrade disse...

Filipe, durante muito tempo foi pra mim também. Mas amo Mamãe é de Morte e Desperate Living.

CaVM disse...

É o meu preferido.
E também foi xodó de visitas e gravado via TVA. Até que a fita explodiu.
Eu era até conhecido como o rapaz que tinha Polyester. Gente?! Risos...

Miguel Andrade disse...

CaVM, Verdade!!! Eu também! E o povo ficava me perguntando aonde que eu tinha conseguido.

Salve nossa senhora das torrents que nos permite a graça de ter os filmes completos pelo menos.

Glauco disse...

Taí um filme que eu realmente preciso e quero ver!!!

Miguel Andrade disse...

Glauco, é ótimo! O primeiro dele com a técnica melhorada! :D

Related Posts with Thumbnails