segunda-feira, 12 de julho de 2010

Patty Diphusa em carne e osso

Atriz de sexo explícito/sex symbol internacional, Patty Diphusa sente prazer em relembrar suas desventuras devassas. As triunfantes memórias apareceram primeiramente na revista espanhola La Luna, durante a década de 80.

Criatura surgida na mente fervilhante de Pedro Almodóvar, estes textos acabaram compiladas em livro, também editado no Brasil pela Azougue Editorial. Um mestre em retratar (ou imaginar) a vida ordinária.

Em 2002, a fofa de língua solta deu as caras no teatro falando português. Christiane Tricerri protagonizou e dirigiu essa adaptação para os palcos.

Veja também:
Fogo nas Entranhas: Régame!


[Ouvindo: Crescendo Trionfale – Gianni Ferrio]

2 comentários:

Glauco disse...

Miguel, cehgou a assistir essa peça? Foi digno? Lembro que ter lido sobre o lançamento, mas acho que não chegou aqui no Rio.

Miguel Andrade disse...

Glauco, não vi! Mas eu achava lindo esse poster na marquise do teatro...

Minha memória me traiu bonito. Pensei que fosse bem mais antiga, mas pelo site da Christiane é de 2002 mesmo.

Related Posts with Thumbnails