sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Nomes de filmes no Brasil e em Portugal

Quem nunca ouviu piadinhas sobre filmes que tiveram nomes exóticos em Portugal que levante a mão! Ninguém? Ninguém?

A maioria é mesmo pura mentira! Além mar Psicose (Psycho, 1961) se chamou Psico e não “O Assassino é o Filho” como os engraçadinhos gostam de dizer.

Hoje temos o IMDB para quebrar mitos. Segue lista de como chamaram dez títulos norte americanos no Brasil e em Portugal

Brasil – Nunca Fui Santa
Portugal - Paragem de Autocarro

Brasil – Um Convidado Bem Trapalhão
Portugal – A Festa

Brasil – Mamãe é de Morte
Portugal – Mãe Galinha

Brasil – Cantando na Chuva
Portugal - Serenata à Chuva

Brasil – Sob o Domínio do Mal
Portugal - O Enviado da Manchúria

Brasil – Rastros do Ódio
Portugal - A Desaparecida

Brasil – Tarde Demais Para Esquecer
Portugal - O Grande Amor da Minha Vida

Brasil – Almas Mortas
Portugal - Volúpia do Crime

Brasil – Um Corpo que Cai
Portugal - A Mulher Que Viveu Duas Vezes

Brasil – Professor Aloprado
Portugal - As Noites Loucas do Dr. Jerryll


Veja também:
A língua portuguesa na caixa de pandora


[Ouvindo: The Legend Of Sleepy Hollow - The Monotones]

10 comentários:

Refer disse...

Até hoje acredito que 'O Sol Por Testemunha' (Plein Soleil - René Clement) em Portugal se chama '...E O Cadáver Veio Preso No Navio'.

Também dou exata a informação que a revista Burda, em Portugal, se chamava Nárdega.

Ninguém me convencerá o contrário.

Miguel Andrade disse...

Refer, também acreditava que Cantando na Chuva era A Cantar no Aguaceiro. Lol!

Refer disse...

Tem um filme brasileiro cujo título entrega o desfecho — 'O Homem Que Burlou a Máfia', com Walter Matthau. :D

Miguel Andrade disse...

Refer, eu acho que A Mulher Que Morreu Duas Vezes, mesmo título em Portugal e França para Vertigo também entrega o jogo.

Rosana Cumpri disse...

Queria conhecer a pessoa que dá esses nomes...juro que eu queria!

bj

Miguel Andrade disse...

Rosana, gozado que filmes têm o mesmo título nos dois países. Quem sabe se antigamente não era coisa do próprio estúdio.

Hoje é tudo tão cheio de braços, cada região distribuiu um tipo de filme coisa e tal que não sei mais.

Leticia disse...

Tinha aquele cigarro Pall Mall (aí a bandeira!) que em Portugal se chamava Pênis Perverso...

Mas, ó, bobagem. Diferenças culturais e pronto. Eles devem morrer de rir com nossos títulos também. Aqui o esquema é assim:

1) filme de suspense/ação e correlatos: substantivo + fatal/ mortal/infernal/sangrento/do diabo.

2) comédia: substantivo + bem trapalhão/da pesada/do barulho (cf. exemplo no post).

3) romântico: substantivo + para sempre/imortal/sublime/de amor.

4) pornô: substantivo + do baralho/ardente. E Ninguém segura + pronome demonstrativo + substantivo.

Miguel Andrade disse...

Letícia, tô bobo! Você tem todo um tratado sobre o tema!

E que faz muito sentido.

Loli disse...

Pelo menos "A Mulher Que Viveu Duas Vezes" não é lenda! :D
No mais, acho que os títulos portugueses são bem mais fiéis aos originais... os brasileiros têm mania de inventar nome pros filmes que nada têm a ver com os títulos originais, nomes muitas vezes que tiram a vontade de ver o filme, de tão bestas que são.

Miguel Andrade disse...

Loli, concordo! Embora goste muito e "Um Corpo Que Cai"...

Acho DRAMÁTICO! Nos põe um monte de dúvidas, etc.

Related Posts with Thumbnails