sábado, 4 de abril de 2009

A vida secreta de Katharine Hepburn


Fotos de Katharine Hepburn na intimidade do lar? Tai algo muito, mas muito raro mesmo! Só mesmo o fotógrafo John Bryson, o preferido de 9 entre 10 estrelas (Marilyn Monroe inclusa aí!) pra conseguir tal feito.

E não que ela tenha abandonado a carreira, muito pelo contrário, trabalhou até os 96 anos, já debilitada, embora negasse ser portadora de Mal de Parkinson.

No documentário Katharine Hepburn: All About Me, exibido no TNT nos anos 90 e incluso como extra do DVD de A Costela de Adão (Adam's Rib, 49), aproveitou pra finalmente esclarecer muitos falatórios a seu respeito. Os tremores que aparentava eram algo natural e genético, já visíveis em sua mãe, e não era esnobe coisa nenhuma!

Indicada 12 vezes ao Oscar, saiu vitoriosa 5 vezes, sendo que JAMAIS (!!!) esteve presente à festa da Academia quando concorrente. Esclareceu mais tarde que o motivo era sua timidez, embora tivesse ficado feliz com cada uma delas. Puro e simples assim.

Em 2002, Meryl Streep bateu seu recorde. Mas nem se compara os três prêmios dela, já que um é de atriz coadjuvante, e os tempos são outros. A disputa entre grandes atriz (grandes mesmo) é bem menos acirrada no nosso tempo.

Deve haver muitas outras histórias interessantes sobre ela, além de fotos como esta no livro “The Private World of Katharine Hepburn”, de John Bryson. Inédito no Brasil, mas disponível na Amazon.com.

A imagem maior é um oferecimento de Yatabaza

Veja também:
Greta Garbo aos 50
A lista de Marilyn
Cary Grant - O homem mais elegante do mundo
Louella Parsons e Hedda Hopper - As rainhas do mexerico
Betty Boop - Este voluptuoso ser minúsculo


[Ouvindo: Chakkiri Cha Cha – The Peanuts]

7 comentários:

Olga disse...

Foram só (!) quatro Oscars que a Katherine Hepburn ganhou.

Olga disse...

Meryl ganhou dois. Eu sei que ambas mereciam bem mais.
beijo

Miguel Andrade disse...

Olga, mas foram quatro de atriz principal. Em 12 indicações de principal.

Um Oscar da Meryl é de coadjuvante e algumas indicações também, se não me engano... Então não tem comparação :D

Raquel disse...

só uma palavra: fabulosa!

Miguel Andrade disse...

Raquel, verdade!

Olga disse...

Não, nem quero polemizar. Até porque Meryl tem outro tipo de interpretação, não condizente com divas, como era a Hepburn. Acho que velhinha ela já estava chata. Em Leão do Inverno é patético ela fazer papel de mulher do Peter O'Toole. A gente precisa respirar fundo e lembrar que é teatro.
Eu gostava dela jovem, em Mulherzinhas, Levada da Breca.

Miguel Andrade disse...

Olga, acho triste bradarem os recordes de Meryl de qualquer forma. Vendo a plantação de abacaxis que se transformou aquilolá hoje em dia.

É rainha só porque tem um olho...

Related Posts with Thumbnails