quarta-feira, 8 de abril de 2009

Do sapateado aos tribunais


Ginger e Fred resultou, talvez, na maior decepção da carreira de Federico Fellini. Isso porque, a homenageada Ginger Rogers teria ficado furiosa assim que soube que o filme estava sendo feito.

A história fala sobre dupla imitadora dos famosos atores e bailarinos que se reencontram na terceira idade para uma apresentação na TV. Pura desculpa para o diretor desfiar seu olhar crítico e saudosista ao que tinha se tornado sua Cinecittá (vendida à RAI) e claro, os sonhos de uma vida pura e livre representados nos antigos musicais de Hollywood.

Mas a atriz de O Picolino temeu antes mesmo de ver o filme, ou mesmo ler o roteiro, de ser ridicularizada na tela e ameaçou processar. A notícia ganhou proporções estratosféricas na mídia internacional em 1986, a ponto de afetar toda a alegria no set de filmagens.

O Mestre conta na biografia “Eu, Fellini” (de Charlotte Chandler) que sua esposa Giulietta Masina, que tinha tido a idéia para o argumento e se identificava bastante com Rogers, foi quem mais se deprimiu com a notícia.

O processo (quase duas vezes o orçamento da produção) acabou por nem dar em nada, além da energia negativa durante as filmagens. Fellini acreditava que isso não deve ter partido da estrela, e sim de algum advogado ou agente que lhe convenceu a ganhar alguns trocados.

Veja também:
Los Tres Amigos
Dá pra passar!
Ao mestre com carinho


[Ouvindo: Earth Angel – The Jayos]

0 comentários:

Related Posts with Thumbnails