sábado, 28 de outubro de 2006

Mulher Objeto

Ás vezes se divertir custa quase nada! Comprei outro dia num sebo um guia de vídeo do ano de 1991 por míseros 4 Reais! Se você está lendo este post através de um tradutor, saiba que preciso tomar vergonha na cara e aprender inglês decentemente e que 4 reais é algo como míseros 2 dólares!!! Um guia de vídeo da editora Nova Cultural desta época é praticamente diversão para uma vida toda! E ainda de bônus tem o cheirinho do papel do período... Antes, esse tipo de catálogo incluía filmes com cotação de menos que 3 estrelinhas o que faz toda uma diferença já que assim sendo, registrou muito filme trash. Inclusive ficha técnica de centenas de pornochanchadas. Coisa que nem o IMDB tem. Não sei se ainda tá valendo a lei, por canetada (como quase tudo no Brasil), as distribuidoras eram obrigadas a lançar certa porcentagem de filmes brasileiros, e como não havia quantidade suficiente, dá-lhe absolutamente qualquer coisa feita por aqui. Se pro povão filme nacional (não as produções idiotas atuais) sempre foi sinônimo de filme de sacanagem, através deste guia descobri que sexo explícito em português brasileiro só aconteceu em 1981 com Coisas Eróticas de Rafaelle Rossi. Enfim, tô ficando culto que impressiona! A pornochanchada é um gênero nosso por excelência. Talvez os chamados sexplotation norte americanos se assemelhem a eles, mas ainda ficam léguas longe do que foi feito na década de 70 e em boa parte da de 80 na chamada boca-do-lixo paulistana em termos de originalidade. Vale reproduzir aqui, ipsis litteris, um dos luxuosos verbetes:

Mulher Que se Disputa, A (85, BRA). Direção: H. Romeu Pinto. Com: Bianchina Della Costa, Solange Dumont. Cenas de sexo ao nível da sarjeta, inclusive com animais. O pseudônimo do diretor é sintomático. 75 min. Nacional Vídeo.


[Ouvindo: Pitchin – Hi-Gate]

quarta-feira, 25 de outubro de 2006

O Homem de Palha

E praticamente anulei minha conta do Orkut retirando todos os dados pessoais. Amigos amigos, Orkut á parte. Aquilo ali é bom pra quem não tem muito que fazer na Internet ou pouco alfabetizado. E se Orkut tivesse som seria o de um pagodinho, daqueles que animam a platéia do Raul Gil domingo á tarde. Se tivesse cheiro, o de churrasco na laje ou mesmo de sovaco como bem disse aquela amiga da gente que quando abre a boca é pra falar alguma sabedoria podre. E amigo que é amigo não manda scrap pra lista toda ou repassa fotografias trágicas como as do acidente da companhia aérea Gol. É esse desprezo coletivo ao próximo que me enoja. Ligar o PC, sentar na frente dele pra ter contato com isso? São os mesmos que viajando em um ônibus colocam a cabeça fora da janela pra ver melhor um carro acidentado, todo estropiado. Tinha entrado numa comunidade de supostos fãs de Marilyn Monroe e estavam divulgando um link com as terríveis fotos dela no IML! Fãs? Essa gente não é fã nem da própria mãe quanto mais de Marilyn Monroe... Dispenso esse rebotalho em uma lista intitulada “amigos”. Sem falar dos Zé Nabos que antes a gente era obrigado a conviver no mundo real e décadas depois depara-se com eles por lá. E descobre-se que continua tal e qual sempre foi. Loca, loca... Argh! E não se fala mais nisso!

[Ouvindo: Flash – Stéphanie de Monaco]

sexta-feira, 20 de outubro de 2006

Metrópolis

Vejo o mundo em 2016 e ele me parece uma merda! Até o cometa Halley, esperado para 2058, já é celebrado na falta de assunto mais interessante. A mais nova edição da Veja 3D indica o livro (sim! Livros não acabam de um dia pro outro) Mamãezinha Querida Reborn o best seller do momento. A autora Sasha, após escapar pela 5ª vez de uma clínica de emagrecimento forçado, escancarada em uma emocionante entrevista: “Fui só um golpe de marketing!”. No halloween (ou rálôuim, como a cabeça conservada em criogênio do Caetano Veloso insiste), a máscara com o rosto do antigo presidente Lula é a mais vendida. Até os americanos as estão importando já que parecem ter enjoado das de Nixon. Falando em presidente, a propaganda eleitoral gatuíta dura 24 horas dia sim, dia não e são frases correntes de que o Brazil (assumimos o zê!) é o país do futuro e de que estamos rumo a nos tornar uma grande potência. Minha clarividência só não consegue ver potência em quê... Um novo cineasta nacional (vindo do Piauí) consegue bater Titanic 4 nas bilheterias contando a vida do Mazaroppi. É praticamente a volta da pornochanchada ás telas. Sabe-se que não há vida inteligente em Marte, mas Júpiter é agitado pra chuchu!!! Travecas bolivianas tornam-se as principais vilãs globais. Invadiram os EUA para esculpir um pênis de 9 metros na Estátua da Liberdade: “A mi me encanta la diversidad” teriam pichado aos pés do monumento segundo divulgou a CNN em primeira mão. Afinal, você quer durar muito pra quê?

[Ouvindo: Paulina Rubio – Ni Una Sola Palabra]

terça-feira, 17 de outubro de 2006

007 Contra a Chantagem Atômica

Bem falo que esse revival dos anos 80 está indo longe de mais! Se relançarem Jive Bunny & The Mastermixers me finjo de surdo. Os bons tempos estão de volta... Era o pesadelo recorrente de qualquer criança daquela época imaginar todo universo indo pras cucuias graças a qualquer coisinha entre americanos e russos. Na minha cabeça havia uma mesa de madeira gigante onde em uma ponta ficava o Ronald Reagan e na outra o presidente russo que nunca fiz idéia de quem fosse já que até em marketing eles nunca foram lá essas coisas. Em frente de cada um havia um botão vermelho idêntico aquele do programa Topa ou Não Topa, com tampa de acrílico e tudo. Se um deles estivesse, por exemplo, usando um par de meias de uma cor que o outro não gostasse, este apertaria o botão e buuuuuum! Estourava uma ogiva nuclear acabando com todo planeta e eu nem fazia idéia do que fosse uma ogiva nuclear!!! Vivia agarrado na minha mãe porque me parecia mais confortante quando fosse dar com as dez que estivesse em seu colo. A Guerra Fria acabou faz tempo e agora vem esse coreano de enemarú no cabelo ameaçar mandar tudo pelos ares de novo. “Sorte” que do lado de cá da mesa agora tem o Bush, que parece ser uma pessoa tão mais centrada... Mais ou menos como a frase que li na porta de um banheiro: A paz mundial é igual chupar aquilo cujo nome a educação não me permite escrever num blog estritamente familiar como este, mas que começa com bu e termina com ceta. Quando está gostoso sempre aparece algum pentelho pra atrapalhar.

[Ouvindo: Pizzicato Five – Playboy Playgirl]

sábado, 14 de outubro de 2006

Uma Pulga na Balança
E por falta de coisas medíocres a TV não acaba tão cedo! Veja você o caso do Casseta e Planeta que originalmente era dois fanzines divertidíssimos da melhor molecagem adolescente já publicada no Brasil. Contratados pela Globo não se saíram nada mal na criação do TV Pirata. Muitos anos depois seu programa semanal está pau a pau com A Praça é Nossa, sem graça, chulo e ainda nocivo. Não passa de um amontoado de bobeiras pra dona Helena ali da esquina dar parcas risadas enquanto cutuca seu joanete. Mas até aí foda-se porque cada um ri do que quer, o chato é a infantilidade de se ainda achar graça em pum, bunda e diversidades sexuais e raciais. Não me parece justo que um bando de senhores use um horário (nobre) na maior emissora do país para ajudar criminosos a se justificarem ou para dificultar ainda mais a vida das tais minorias. Preconceito nunca teve graça nenhuma. Seu humor (?) também é perigoso quando qualquer escândalo político parece só mais uma palhaçada, uma brincadeira de salão. Mas há um santo remédio: Mudar de canal! Claro que há o risco de ver algum pastor da Igreja Universal do Reino de Deus entrevistando uma ex-mãe de encosto (!!!) pela milionésima vez ou um daqueles padres sacanas da Canção Nova sedentos pelo suado dinheirinho dos menos esclarecidos. Melhor! Desliga a TV e vá ler um livro! Qualquer um... Quanto aos Cassetas tá certa minha amiga que sugere seguirem a sábia atitude do Bussunda e se aposentarem. Tarde!

[Ouvindo: La Violetera – Gina Lollobrigida]

quarta-feira, 11 de outubro de 2006

28 Dias

Compartilhar é viver! E por isso o You Tube deixa a desejar. Não que essa mente pervertida que Deus me deu já não tenha achado uma forma de salvar os filmes dali. Porque com conexão discada levar 2 horas só para se assistir a 1 minuto não teria graça nenhuma. E tenho salvado coisas óóóóóóótemas. Tipo o diretor John Waters (considerado o lorde do vômito cinematográfico) antes de um de seu filmes alertando a platéia de que naquela sala de cinema é proibido fumar. Detalhe: Ele próprio está se deliciando com um cigarro, falando um monte de “hummm”. Só quem fuma sabe o desconforto que é ir ao cinema ainda mais quando aparece alguém fumando. E ainda Pedro Almodóvar em 1982 de vestidinho pink, bigode e maquiadíssima cantando Gran Ganga. Entre otras cositas que me fazem rir. E da minha parte postei dia destes o absurdo trailer de um filme com zumbis bissexuais, Night Of The Living Bi-Dolls. Humpf! E gente que salva coisas alheias e as coloca na web sem permitir que outros salvem não merece a conexão que tem. Os links para os meus estão no menu ali ao lado, mas se quiser guardar estas preciosas porcarias é só fazer o pedido por e-mail, miguelandrade100@gmail.com. Elogios, críticas construtivas ou fotos pessoais desprovidas absolutamente de qualquer peça de roupa também são bem-vindas neste endereço. Palavras de baixo calão, correntes e piadinhas, enviar á senhora sua vovozinha!


[Ouvindo: Criticar por Criticar (chicks on speed & christoopher just remix) – Fangoria]

sexta-feira, 6 de outubro de 2006

Bem Vindo ao Lar, Bob

E pode acender as velas! Estou entre vós!!!! Depois de um tenebroso inverno que durou nada mais nada menos do que 3 anos estou conectado de novo! Me deixaram escapar para o cyber space! Na privacidade do meu lar!!! E é tanta coisa que posso fazer agora que não faço a menor idéia por onde começar... Talvez visitando os blogs amigos e dar uma repaginada nos meus porque faça-me o favor! E nesse tempo todo contei com a boa vontade alheia pra qualquer post ir ao ar. Escrever é fácil postar é que eram elas. Justo eu que odeio tanto disquetes. E os comentários que deixavam aqui e que um anjo tirava screenshots e me trazia no disquete? Era bizarro porque por mais que postasse que estava sem Internet sempre tinha gente reclamando de meu aparente esnobismo!!! Sabe-se (e o Orkut nos ajuda a ter certeza) de que nem todo internauta é completamente alfabetizado. E foi um upa esta semana com a Telefônica. Fazia vinte dias que tava esperando a linha, e talvez dê para imaginar minha ansiedade. Quando fui reclamar ontem pedirem exatos 7 dias para virem instalar. Meu filho, só a Samara Morgan espera 7 dias!!! Depois de muita conversinha rodei uma luso-baiana e voilá! Só dessa forma o prazo da instalação (que era impossível ser alterado) mudou de 7 dias para menos de 20 horas! Tá chato... É preciso brigar quando se compra um PC, uma máquina fotográfica, pra receber o salário, por causa do celular... Ou todo mundo quer ganhar dinheiro na vagabundagem ou eu é que sou um pé frio do caramba!!! E como gente calminha faz nas mãos deles? Se fode?

[Ouvindo: O Preto Que Satisfaz – As Frenéticas]

quarta-feira, 4 de outubro de 2006

O Incrível Homem Que Encolheu

E desde aquele post sobre magreza (que achava ter sido há menos tempo do que foi) engordei 11 quilos! Wow!!! Agora rumo aos 80! Mal dá pra perceber, já que distribuir qualquer gordura que seja em quase dois metros não é fácil... Tá, é longe de dois metros, mas mesmo assim é difícil. Saí da categoria magérrimo para a de magro. Mas pelo menos agora tenho bunda! Tá? Não sei ainda o que fazer com ela além de levá-la a passear pra cá e pra lá... E uma amiga disse que perdi aquela cara doentia. Serááááá? Essa mesma amiga se empolgou e quer que lhe faça companhia numa academia de ginástica. Preferia que fosse uma de kungfu! Mas de ginástica não é uma má idéia... Se deu certo pra Jane Fonda, né? E depois me parece o álibi ideal pra minha burrice. “Nossa, que carinha estúpido! Mas também, com aquele corpão!” Pensou? Vou passar a falar pobrema sem problema algum! Até já dá pra ouvir a Olivia Newton-John cantando Physical... A conta no supermercado também vai ser vantajosa. Vou trocar meu cardápio rico em carboidratos e gorduras em geral por duzentos gramas de alfafa. Se eu postar algum relincho a mais já sabe...

[Ouvindo: Short Skirt Long Jacket – Cake]
Related Posts with Thumbnails