terça-feira, 30 de dezembro de 2003

A Excêntrica Família de Antonia

Internet é bacana, dá pra ler as últimas notícias de uma cidadezinha ao sul do Sirilanka, conhecer gente bacana, expor idéias por mais boçais que sejam, etc e tal! Os babacas (e acredite, eles estão realmente por todas as partes nesse planetinha) falam que vicia, é frio, custa caro para pouco resultado, não serve pra nada, não se ganha dinheiro, etc e tal! A realidade mesmo, é que o romantismo, que impera no imaginário popular, injetado nas cabeças tapuias a partir da política de boa vizinhança promovida pelos EUA durante a 2ª Grande Guerra, foi pras cucuias há muito tempo e tem gente que nem percebeu. O Mundo fede. Viva o fedor do mundo! É desse mesmo mundo que as pessoas de 2050 sentirão saudades. Acho bem joinha estar nessa época, e que honra a gente ter vivido para ver o início da Internet. Olha que lindo conto de natal, tendo a rede mundial de computadores propriamente dita, como personagem principal! Meu pai, já falecido, tinha apenas um irmão, que continuou morando nos Açores (PT). Nas idas e vindas dessa vida, acabamos perdendo contato com ele, mas no dia 24 de dezembro (jingle bell, jingle bell) usando a Internet (não me pergunte como!) achou a família Andrade até então "desaparecida". Quando usava ICQ, nos primórdios do meu Matusalém (que descanse em paz no cyber céu) também os tentei achar sem o mínimo sucesso. Manueis, Migueis e Samueis tem as pampas em além mar, como é de conhecimento público e notório! Resumo da ópera, conheci virtualmente meu primo Samuel Andrade, que não só fuma a mesma marca de cigarro que eu, como também coleciona filmes, usa o nick de Tetsuo, retirado do meu animé preferido, Akira, e até foi ao pré-lançamento de um filme do Almodóvar, com a presença do mesmo junto com Marisa Paredes. Luxo, né? E há, vendo as fotos, quem o ache parecido fisicamente comigo também! Além dos nomes terminarem em uel, é claro. Os choques lingüísticos são engraçados. Comentei que no Brasil Ghost in the Shell ganhou o ridículo título de O Fantasma do Futuro, e ele "Ouvi mesmo dizer que aí os filmes ganham nomes absurdos". Ops, não foi lá que Cantando na Chuva virou Cantando no Aguaceiro? Mais! Usa a palavra "fixe" o tempo todo, como se fosse o nosso "legal"! "Olha que coisa mais fixe". Estranho foi quando o gajo me contou de sua coleção de Divix. Estava curioso, teria outra forma de consegui-los em Portugal a não ser nos nossos conhecidos camelôs e Kazaa? Perguntei-lhe onde arruma isso, e ouvi: "Numa prateleira, claro".




sábado, 27 de dezembro de 2003

Fogo e Paixão

E sobrevivi a mais uma gastura de viagem para passar o natal com a família! Novos mistérios universais assolam minha mente!!! Por que cargas d'águas mamães carinhosas com pequenos irrequietos SEMPRE sentam-se na poltrona detrás da nossa no ônibus? A gente passa o caminho inteiro com mãozinhas puxando nosso cabelo, sem falar no indefectível cheiro de salgadinho pesteando o ambiente... Ainda quando é só de salgadinho nem dá pra reclamar muito, né? Ux, minha vagabalidade sempre é premiada nessas épocas. Neguinho que compra passagem adiantado viaja em ônibus lotado, e quem nem qüém consegue ir nos chamados carros extra, vaziinhos da silva, esparramado em DUAS (!!!) poltronas, tipo caminha mesmo. E me livrei de qualquer espécie de amigo secreto que possa existir no planeta. Em miúdos, me livrei de comprar CD de música sertaneja, livro do Paulo Coelho, entre qualquer outra coisa em que, em sã consciência, jamé gastaria meu rico dinheirim!


[Ouvindo: Bang Bang - Nancy Sinatra ]

terça-feira, 23 de dezembro de 2003

Nunca fui Santa

Uma das coisas mais bizarras que se possa contar a uma criança é que há um velhinho, bem velhiiiiinho, que na falta de coisa melhor pra fazer no fim do ano, roda o mundo distribuindo presentes! Ok, é divertido ver o quanto os pirralhos são ingênuos a esse ponto, mas para mim era tudo muito confuso. E as ameaças de que se eu falasse palavrão não ganharia nada só vinham também no fim do ano. Como tenho duas irmãs mais velhas, lá pelo final de novembro era época de vasculhar a casa toda atrás de pacotes escondidos. "Uba, essa embrulho parece de um Supergame CCE!". E como minha mãe nunca privou de muita originalidade, eles sempre estavam escondidos atrás do sofá da sala de visitas, debaixo da cama, no fundo de um armário qualquer. Assim que ela desconfiou que estávamos descobrindo os esconderijos passou a falar que na verdade o Pai Natal (na terrinha é esse o seu nome) não dava, mas só entregava os presentes comprados pelos pais. O que para mim piorou tudo. Pobre do velho explorado até o osso! E na terra de Cabral nem trenó e veadinhos voadores ele tinha!!! Com o passar dos anos as perguntas de terceiros sobre se eu acreditava ou não em Papai Noel me deixavam cada vez mais com a pulga atrás da orelha. O engraçado é que numa espécie natalina de feitiço contra o feiticeiro passei uns 3 anos fingindo que acreditava piamente na existência do bonachão, com pena de estragar a brincadeira da minha mãe. Ano após ano a idéia de não poder pedir qualquer coisa sem limite de valor, afinal, crianças nunca pedirão um iate, viagem ao Caribe, ou qualquer outra coisa que não dê pra parcelar em até 12 X, ou substituir por similar, me irrita. Tenho tremenda antipatia com o Papai Noel, por ter descoberto que era uma grande farsa. Nunca mais acreditarei na possibilidade de ganhar qualquer coisa de mais alguem que apareça do nada!!! Meus sobrinhos, se não me engano, vão até com os pais escolher os brinquedos na loja. Tudo muito sem graça. Caso contrário, até toparia me vestir de Bom Velhinho, e pregar uma peça na petizada. Pensou? Um Papai Noel hardcore, tipo o que Jack The Pumpkin King tentou ser naquele filminho bacana em animação? Pronto! O primeiro projeto para 2004: Ser pela primeira vez Papai Noel, seja lá o que isso signifique...

[Ouvindo: Waterloo - Abba]

sábado, 20 de dezembro de 2003

ED TV

E voltar a ver TV depois de um longo tempo tem suas vantagens!!! Parece que tudo é novidade! Tenho assistido todos os dias Roda a Roda. Mas não dá pra deixar de me sentir como aqueles velhinhos gordos e estúpidos de comédinhas norte americanas, que morrem de se divertir vendo Roda da Fortuna, a versão de lá, chupada pelo Silvio Santos. E ux! Caceta e Planeta tá com humor cada vez mais semelhante ao da Praça é nossa! Trouxa eu, que vejo e fico constrangido por eles... Falando em constrangedor, o que é aquele Sexo Frágil? Tem certeza que é pra rir? E a Astrid que é paga pra ficar horas e horas navegando pelo UOL toda a tarde? E o programa ainda se chama O Melhor da Tarde... Entendi, desliga a TV e vai navegar!!! Assim a gente não corre o risco de dar de cara com o Clodovil. Ui! A novelinha do seu Gilberto tá bem legal. A começar pela abertura, esbaldando glamour kitch como só as telenovelas conseguem ter. Pena que não tenho mais paciência de ficar acompanhando capítulo a capítulo. Assim que entra aqueles romancinhos mela cueca já mudei de canal! E que falta de química entre a Malu e o Palmeiras!!! Quando esse cara vai deixar de interpretar o jagunço de Pantanal? E o cabelo de prostituta de 2 dólares que o Fabio Assunção tá? E não dá pra falar de TV sem perguntar uma coisa: Que fim levou a Jack? Alô fofoqueira de plantão! Porque aquelas duas meninAs adestradas estão no lugar dela? Ouço o "Lá vem o desenho" e penso que era feliz e não sabia! Trufas!!!

quinta-feira, 18 de dezembro de 2003

Milagre na Rua 32

Pode chamar as carpideiras! Matusalém está morto! Em seus últimos momentos neste planeta, o coitado nem se aguentava mais em pé! Desligava-se sozinho, como que prevendo a chegada de seu fim! Ok, ok! Lamentei, coisa e tal, mas já estou postando diretamente do meu quarto, via PC muito mais jovem, e pasme: Com memória pra dedéu! Oooooh! Por enquanto (Faz poucas horas que ficamos sozinhos), estou até todo tímido! "Peralá! Posso mesmo ouvir MP3 e usar o Photoshop ao mesmo tempo?" E até rolou uma certa doação de órgãos! Tipo leitor de CD Room, etc! Só tô estranhando o teclado novo... Nada de cloc, cloc, cloc! Teve gente que conversando comigo com som (na época do ICQ) que achou estar ouvindo trote de cavalo até! Ah!!!!! Meu Modem agora faz aquele barulhinho que tanto invejei nos PCs alheios!!!!!! Béééééé.... Riiiiiiiinnnnn... Dein, dein, dei!!! Tudo tão clean! Ueba, vou voltar com Cidadão Quem?, pensou? Tô, digamos assim, em cyber lua de mel com o bichinho. Aliás, ele precisa de um nome! Tô olhando pra cara do infeliz pra ver se lembro de algum. O dificil é que ficou com o monitor do Matusa, não dá pra não lembrar dele! Pobre Matusa! Em miúdos, coloca as Brahmas pra gelar, troca a roupa da cama que eu tô voltando! Salve, salve o santo dos últimos dias! Amém!!!!

sábado, 13 de dezembro de 2003

Cinema Paradiso
E acredite! Acredite! Este post, novinho da Silva, foi totalmente escrito sabe onde? No Matusa, o cyber vovô!!! Oh! Acenda as velas! ELE está entre nós!!!! Só pra variar, a saúde dele anda precaríssima! Com a idade que tem e ainda agüentou uma viagem dessas! Confidenciou-me que seu sonho agora é fazer uma plástica e tornar-se um K7! Sem duplo sentido, please!!! Fui como relâmpago até a terrinha só pra pegar a belezura geriátrica do mundo da informática! Alô, Lilith!!! Sorry, foi bate e volta mesmo! No natal eu volto! E quê? Lá agora tem cinema! Wow e wow! Uma sala, sem som moderno, e as películas sendo exibidas com um certo atraso, mas mesmo assim achei um luxinho! Nuuuussa, na terra onde as coisas não rolam, em plena terça-feira, e eu no cinema!!! Nunca tinha me imaginado assistir algo como Freddy vs Jason, junto com um pré-adolescente (para quem os personagens eram novidade!!!!), e ainda me entupindo de pipoca, Confetis e Coca-Cola... Não suporto gente que come no cinema, mas foi muito divertido!!! Aliás, dei boas gargalhadas vendo o filme como há muito não dava. Cumpriu à risca sua função de divertir! Hauhauahaua!!! Quero mais! E a mocinha do Destiny's Child? Uma legítima scream girl! Nasceu pronta para o trash! E que coisa, chega-se ao fim achando que o Jason é quase que bonzinho! Ele mata, esfola, mas não dá para não vê-lo como uma vítima! Bizarro foi ouvir a voz do Freddy verdadeira! Oh! Percebi que só vi Sextas-feiras 13 dubladas! E melhor não abusar do Matusalém, que sonha em virar K7, mas se o seu modem estivesse funcionando, e sem operações ilegais por todos os poros, já me daria por satisfeito! Humpf! Agora digito posts (wow, muderrrrrrrno, não?) rapidinho antes que dê pau e corte meu raciocínio! Pensou? E se meus posts ficarem todos truncados? hauahauahau Mais?

sábado, 6 de dezembro de 2003

A Felicidade Não Se Compra
Só mais algumas semanas e já é Natal!!! E o que é melhor ainda, até agora nem sinal da Simone! Fale o que quiser, seu fariseu, mas amo essa data, luzinhas psicodélicas piscando por todos os lados, frutas secas etc. Só lamento que os presépios estejam sumindo consideravelmente, ao contrário da hipocrisia natalina, sempre abundante! No restaurante onde vou pegar meu marmitex (todo santo dia), há uma faixa gigantesca: "Sorria, é Natal!" Dá vontade de escrever abaixo: "Foda-se!". Também me irritam os votos de Boas Festas ou o quase pornográfico "Boas Entradas". Ainda hei de responder: "Sim, sim! Boas entradas, saídas, chupadas, mamadas..." E já é 2004! Caraca, lembro como se fosse ontem do comercial do Fusca 84! Um cara fazia o 4 com as pernas. Sabe? Tipo teste de bêbado? Falando em 84, convivo com um brotinho que tem exatamente esta idade. Outro dia ela estava murcha, murcha, lavando louça. Quando perguntei o motivo, disse-me aborrecida: "Mais um fim de ano. O tempo tem passado cada vez mais depressa. Pra gente que tem mais idade não é muito bom. Tô mais perto do fim. O fim da linha!" Tento com um sorriso amarelo lembrá-la da Dona Cota, uma amiga dela com 97 anos (!!!) e que todos os dias toma meio copo de aguardente antes do almoço, além de andar por aí de tamanquinho de salto, calças fuseau, e ainda tem cabeça pra discutir economia nacional e se declarar atéia. Sei lá, mas quando meu primeiro sobrinho nasceu (com cara de joelho e cabelo com mulet e tudo), ficava curioso para vê-lo grande. Saber como seria sua voz, sua personalidade... Daí, egoisticamente, chegava à conclusão de que quando ele tivesse 15, a idade que eu tinha na época, o auge da adolescência, eu faria 30, o dobro! Ah, não! Dane-se! 30 é muito tempo. "Tomara que demore bastante." Enfim, o pirralho daqui a pouquíssimo tempo já chegou ao auge da adolescência. E assim como a senhora de 84 anos, também não sou um coelhinho movido a Duracell...

sábado, 29 de novembro de 2003

O Cheiro do Papaia Verde
Um dos maiores insultos que alguém possa me fazer é ficar perto, pegar elevador, ou simplesmente cruzar comigo na rua usando perfume. Qualquer tipo de perfume! Acho muita ousadia fulaninho achar que meu nariz deve sentir este ou aquele odor. Aliás, detesto qualquer imposição, seja ela qual for. Feliz era Marilyn, que "trajava" apenas três gotinhas de Chanel nº 5 pra dormir. E só por isso guardo um pequeno frasco da fragrância de mademoiselle Coco. Minha memória olfativa (se é que isso não é viagem da minha guliver. Duvida?) é fortíssima, mesmo fumando há nove anos. Gosto de reconhecer o cheiro da simpatia, da alegria e até da tragédia quando se aproxima. Tecnologia, pra mim, tem cheiro de plástico quente. Inteligência, de cera em pasta, daquelas que precisam de enceradeira. Gosto até daqueles clichês do tipo terra molhada, e até de chocolate, embora nem dê muita confiança ao produto em si! Aliás, lilás, posts gigantescos não têm me cheirado muito bem...

segunda-feira, 24 de novembro de 2003

O Discreto Charme da Burguesia
Fui ali, mas já voltei! E saiba que se não postei, foi porque não deu mesmo... Pobre Matusa a quilômetros e quilômetros longe! Agora coleciono sonhos de poder comprar um PC, histórias pitorescas sobre a terceira idade, e carinhos e apaixonantes momentos de vida. Salve meu bom Santo Antônio! Sem PC disponível, minha mente tem fervido em posts que talvez nunca vejam a cyber luz... Não foi fácil no dia 5 (a estréia mundial!) assistir a Matrix Revolutions, ficar revoltado (com perdão do trocadalho do carilho) e não poder postar! Sempre foi um porre a teimosia do cinema americano em ser sempre óbvio, muuuuuito explicativo, mas o Matrix de 99 (fora o ridículo beijo salvador) sempre levou vantagem quanto a isso. Anos depois, vem essa droga de seqüência, que simplesmente enterra qualquer mito ou brilho do original... Putz, e que ridícula a nova Oráculo!!! Que boçal o excesso de GC! Os atores (em interpretações até que involuntariamente cômicas) aparecem em 20% do filme. O resto foi um engodo sem um pingo de originalidade. Por que estragaram o original? Malditos yankes!!! E eu que andei pelas entranhas do estado? Hug! E o mais incrível, chega-se a uma cidade e o povo não tem noção de onde mora! Oh! "Aqui é sul..." Sul? Então eu trabalhava na Folha do Sul do lugar errado? Pensou morar em Araraquara e ter a língua plesa? E Jaú, que bem me pareceu uma Itapeva usando Czarina? Nesse meio tempo, li O Nome da Rosa, revi Fúria de Titãs, fiz promessa a Santo Expedito (Hodie!!!) e dei muito beijo na boca... Aliás, tenho pensado muito em uma frase, acho que é do Pessoa, sobre a alegria (ou sensação, não me lembro direito mesmo!) de não se andar mais só. Perdi minha identidade há longos e cavernosos anos, agora terei uma novinha, literalmente!

segunda-feira, 27 de outubro de 2003

Cassino Royal
Se eu pudesse escolher com o que iria sonhar esta noite, sonharia com uma perigosa aventura na época da Guerra Fria. Enquanto dormia, minha mente faria a imaginação de Ian Fleming parecer gêmea da de Regininha Poltergeist! Usaria um smocking engomado, e muita brilhantina nos cabelos. Meus desejos visuais mais óbvios: usar um smocking caro e os rebeldes cabelos enfim domados. Poderia fazer as maiores estripulias físicas usando os mais incríveis aparatos tecnológicos e ninguém estranharia. Afinal, era eu, e só eu posso ter a habilidade de escapar de um míssil russo escorregando com skis em uma montanha. Claro que um fantástico riff de metais pontuaria esses momentos. Sem amarrotar meu smocking, estaria em segundos lado a lado com as beldades mais ilustres do planeta. Deixaria todas embasbacadas com meu humor cínico, lembrança do agente Snake. Entre champagne tilintando, sorrisos plásticos, não me esqueceria de que, naquela festa, mais um insano com manias de grandeza começaria a colocar em prática seu plano "criativo" de dominar o planeta. Minha misão ali seria descobrir quem era o megalomaníaco e que procedimentos ele teria. Entre todos os convidados (loiras platinadas, gélidas moças em longos, astros da última hora), um deles me chamou a atenção, talvez por sua bizarra semelhança comigo mesmo, ou por intelectualmente parecer superior a todos os outros ali presentes. Mesmo manjado em perigos até nucleares, senti um frio na espinha ao aproximar-me. Tinha pouquíssimo tempo para decidir o que falar, fazer. Jamais ousaria usar minha 9 mm entre toda aquela gente, caso ele desconfiasse da minha abordagem e tentasse algo. Daí... Bem, daí acordaria para buscar o cobertor que deveria ter caído da cama durante a noite, e remoeria dias a fio pensando o que aconteceria a partir dali! Já tive a sorte de escolher com o que sonhar, o que não me dá o direito a tê-lo por inteiro...
Ligações Perigosas

Sonata de Outono

Samantha
só pra vc saber que estive por aqui... tá

- Intão tá! Sá, tava pensando cá com minhas válvulas, e de lembrar que sou teu padrinho virtual... Hauhauhau! Primeira e única afilhada do cyber space!!!

Beto
quiáquiáquiá!!!
Isso é castigo pra quem sai sem se despedir dos outros!! é sim, só pode ser!!
E aí miguel! vê se acha um Matusalénzinho aí... pode ser genérico messs...
Manda as notícias camarada...

- Beto, até acho um matusalenzinho de vez em quando, mas tenho que usá-lo sempre com pressa. :-( Ah! Já arrumei uma galera aqui! Professores de mangá, comics e quadrinhos. Caraca! Tem um clone de você, mas no negativo!!! Branquinho, branquinho!

Brett
Saudades...

- Brett, idem, idem. ;-)

Pedro
Só por curiosidade: onde você está? O que está acontecendo?

- Pedro, neste exato momento, em Ompa Lompa Land, seção 8B, fazendo os maravilhosos marshmellows do jeito que o senhor Wonka gosta!

Lilith
Nossa, que castigo hein Mi...foi porque voce fugiu da gente, hauahauahaua (to brincando!! cantoria religiosa ninguem merece mesmo!!)...
E sempre haverá filhos vivendo à sombra dos pais, fazer o que...
Espero que esteja bem viu menino?
Acabei não mandando o e-mail porque achei que não poderia ler...então nem adiantava né? Pelo menos os comentários sei que chegam às suas mãos!
Beijos!!

- Li, tô bem :-) Manda e-mails sim! Quando dá, eu leio e respondo. O do hotmail (miguelandrade100@hotmail.com) tá sempre entupido de spam. Hoje pude bloquear meio mundo! Please, evitem mandar corrente, blábláblá, porque como não os vejo diariamente, só serve pra atravancar o pogresso :-P Qualquer coisa, tá valendo o bom e velho Yahoo (andrade_quem@yahoo.com)

Daniel
... todos pagam os pecados. quem canta, e quem ouve!!!

- Daniel, aos diabos!!! Sou um santo, não peco nunca! Santo, santo, santo...

Junior
Foi na Cruz, Foi na Cruz, Foi na Cruz que morreu Jesus. Huahuahuahuahuahuahauhauhauhauhauua ninguém merece...Pior que Assembléia de Deus só a Igreja Universal do Reino de Deus. Ninguém merece a universal. Minino, onde vc está, no alto Xingu?? Sem televisão?? E eu querendo comentar contigo a performance da malu mader na novela das 20h nova!!! CELEBRIDADE(!!!!!)
Brett e lilith, vamos fazer nós três, e quem mais se dispor, uma cotinha virtual para comprarmos uma TV pro mig de presente do dia das crianças, que cês acham?? uhauahua :p

- Junior, vou ser rápido. Templo é dinheiro! iiiiiih! nem me fale da novelinha do Seu Gilberto! Tô me coçando pra ver! E a Malu? Como tá afinal? Linda, loura e japonesa? Te contei de quando a vi no cinema? Ux! Ah, e você, não se esqueça nunca: É BREGA! Eu, não se esqueça nunca: SOU CULT!!! Hauhauhau... Sorry! Só pra não perder o hábito. E cadê minha TV? O dia das crianças já passou faz tempo... :-(

Fran
passando pra dar um oizinhu!!! beijusss

- Fran, oizinhu!!! beijusss... Ler o post que é bão, nada?

Pedro
Minha avó mora quase ao lado de uma dessas igrejas... E o pior é que o galpão onde ela se encontra foi construido de tal maneira que todo o som produzido lá dentro tem seu volume redobrado... Logo, o mais singelo tilintar de taças de cristal pode estourar seus tímpanos... Nem queira ouvir a pregação!

- Pedro, quem se encontra em um galpão? A igreja ou a tua avó?

Panis
Até que enfim deu as caras , seu melequetrefe! PÔ! Bem quando começo o meu bloguinho, cê desaparece? Faz favor, de uma olhadinha e espinafre à vontade! Senão venho entoar uns hinozinhos na tua orelha!! Zá! Zá!

- Panis, num desapareci naum... E não precisa se preocupar que, assim que puder, vou lá esculhambar com o teu moquifo! :-P

Israel
Éeeeee música de igreja serve pra pagar pecados...o pior é que eu de vez em quando me flagro cantarolando umas musiquinhas da época em que frequentava umas missas de Domingo. Vixe

- Israel, meu filho, freqüentava missa? Por que não volta? Eu sabia, desde o seu primeiro comment, quando você elogiou uma foto minha, que faltava Jesus em seu coração. Arrá! Agora levou um susto com minha memória! Pra algumas coisas ela é óóóóóótima!

Mandraque
Bem, depois de várias semanas conturbadas estou retornando as visitas dos blogs que elogio... Mas realmente, beatas são cruéis...

- Mandraque, puf! Bem vindo de volta! E cadê a dona patroa?

Robinson Crusoé

Brett
Se puder, responde os comentários no post!

- Brett, seu pedido é uma ordem! Ah, e arruma teu bloguim esculhambado de uma figa! Lembra quando reclamava que enroscava os comments e qualquer link no velho Matusa? Não era só nele. Em qualquer PC que tenho tentado é a mesma desgrama... Só a Lilith acha que tá ok... Fazer o quê?

C.V.Simamaer
Boa era uma caneta de 10 cores que vinha do paraguai. cada cor tinha um cheiro. uma viagem...

- C.V., sim, era boa! E parecia produto de sex shop!!! Hauhauhauhau...

Israel
A caneta deve ser alucinógena... não entendo bulunfas do que escreve. E eu detesto Edgar Allan Poe... ou será que apenas detesto "histórias extraordinárias"? hum... mas então, a caneta é alucinógena, hein...

- Não entende? Deve ser culpa da minha caligrafia... Ah, e enrosquei no segundo conto do Poe :-(

PC
Po, moço, tava querendo fazer umas perguntas pra vc.
Vc tem alguma noticia sobre o filme que o Mel Gibson está dirigindo e produzindo? o THE PASSION
Um abraço.

- PC, pergunte, pergunte! Bem, até onde sei, The Passion, dirigido pelo Mel Gibson está prontíssimo! O cara bancou do próprio bolso um filme falado em latim e aramaico sobre as últimas horas de vida de Jesus. Começou a rolar boataria, e o Gibson está sendo acusado de anti-semitismo antes mesmo de a película chegar à tela grande. Aliás, nenhuma distribuidora está topando o alto risco da empreitada... Ux! Tem trailer na web?

Dianah Woodies
Há quanto tempo que não leio notícias suas home, já tava ficando com saudade ...
Eu morei por muito tempo perto de uma fábrica de café Nhá Benta e quando limpavam aquela fornalha, por Deus, que nojo que dava
(ninguém aqui em casa é chegado em café, então imagina o martírio)
E o pior é que mudei pra longe, e acabei voltando a morar perto desta fábrica !!
Se vc quer sofrer lendo um livro muito chato, leia o "As duas vidas de Audrey Rose ". É UM SACO !!!
Dá vontade de jogar ele pela janela... rs...

- Dianah, fábrica de café? Cafezinho? Wow! Ia amar! Meu lar ideal!!! De um lado o cafezinho e do outro uma fábrica de cigarro! Yummmy!!!

Lilith
"Diz aí pro Miguel..."
Menino, saudades, muitas! Não sei se mando um e-mail, um despacho ou faço uma visita em corpo astral!!...
Enfim, continuo torcendo por você...Aliás não só eu.
E sonhei sobre você esses dias (isso mesmo, não foi com você, foi sobre você...hauahauhau
Te conto via e-mail então...
Se cuida, te adoro!! Mil bjosss!!!

- Li, caraca! Agora conta! Fiquei curioso.

Beto
Miguelito...
Provavelmente não seja vc quem esteja lendo esse coment, mas sei que vai chegar a seu conhecimento..
Só digo que vc é um calhorda por ter saido daqui sem se despedir...
Mas tudo bem desde que não seja sério aquilo de que nunca mais você volte aqui... qualquer dia a gente se encontra né miguel!!
E tenho uma novidade.. só não vá se assustar... eu vou ser papai!!
depois mais te passo um e-mail...
Abração.

- Betinho! Oh! Se tinha alguém que sabia da minha mudança daí era você e a Li! Esqueceu? Orra! E o Bolinho, a Glen e o Matusa ainda estão aí, preciso buscá-los... E CARALHO!!! Você vai ter um Mosquinha? CUMA? Peperalá!!! Como assim? QUÊÊÊ? E com a Dona Patroa mesmo? Bomba, bomba, bomba!!!

Fran
A gente nunca esquece de vc tá beijussss!!!!! Se cuida aiii

- Fran, eu também nunca esqueço de ninguém! beijussss!!! Me cuido sim. :-)

Claudia Bia
Miguel... basicamente... vc está feliz ou em cólicas? pode explicar??????

- Bia, tô zen! Ok, uma coliquinha aqui, uma felicidadezinha ali, mas no geral zen!

Junior
Quem??? Quem vc odeia?? isso é pra alguém?? Porque eu nunca entendo estes enigmas??? uhauhauhauhau ai ai e eu fugindo da aula de história pra vir pra ca, pra frente de um pc dinossaurico, que consegue ser pior que o matusca, eu mereço, meu vicio merece!!! huhauahuhauahuahuahua

- Junior, vai estudar, não se esqueça de que este blog é bom só pra saúde!

Pedro
Uma amiga da minha irmã morava ao lado de uma fábrica de sabão. Só que o cheiro do sabão durante o período de produção não é nada agradável...

- Pedro, sabão me lembra do mistério do sabonete, que independentemente de sua cor faz espuma sempre branca! Taí um grande mistério da humanidade! E respondendo à sua pergunta, continuo em Ompa Lompa Land, ala 7D, pasteurizando achocolatado, tal e qual as ordens do senhor Wonka.

Eddy
Vc falou de fabricas e eu me lembrei de uma amiga que mora quase ao lado de uma fabrica de comida de cachorros... vc nao imagina o cheiro ruim que e por la... hehehe. quem dera fosse biscoitos... essas canetas com cheiro sao enjoativas demais... abracos.

- Eddy, comida de cachorro? O Boris diria (se pudesse, of course): Yummmy! E num fala mal da minha caneta cheirosa! Num fala! Ok, ok, eu paro! Quando eu quiser eu paro!

Brett
Sempre quis ler um livro de Edgar Allan Poe, mas nunca tive oportunidade. Escrever faz muito bem a alma, revigora, fortalece. Eu fiz um pequeno agrado para você. Espero que goste.
P.S.: A lilith gostou. O Junior comentou. Bom final de semana e espero que dê notícias logo!

-Brett, num consigo ver o agrado :-( Não abre! Eu ando precisando tanto de um agrado :-( Manda pro imeiu do Yahoo? Aliás, não só você, mas qualquer um fique à vontade pra escrever imeius fofos! Palavras de baixo calão enviar à senhora sua vovozinha! miguelandrade100@hotmail.com voltou? Então aqüende o bom e velho andrade_quem@yahoo.com.

Agrado
Oiiiii! Foi aqui que vc colocou uma vez um link pra um sítio de um fotógrafo muito louco, não foi? Esqueci o nome dele! É que eu queria usar uma das fotos dele pro meu template... vou ver se consigo entrar em contato com o cara.

- Falando em agrado... Sítio? Orra, deve ser culpa da caneta cheirosa, mas demorei pra entender... É o site daquele fotógrafo de um povo com a boca naquilo, aquilo na boca? E um monte de sangue fake à volta? O Bruce la Bruce? Depois que o Matusalém foi formatado pela última vez, burramente esqueci de salvar meus favoritos. Agora só mesmo fuçando nos arquivos daqui, ou indo até o IMDB (http://us.imdb.com), já que o cara também é cineasta do basfond. E lá clica no link pro seu site oficial. Aliás, sítio. És patrício, ó pá?

Seu Hernesto Machado
Ó, Oscar Wilde! Pode relaxar com esse, ele é muito divertido! O que você está lendo dele? As pessoas que conheço costumam se iniciar por "O Retrato de Dorian Gray", que é ótimo. Quero dizer, ótimo pra mim... espero que você realmente goste.

- Hernesto me convidou prum samba, ele mora no Brás... Touché! O Retrato de Dorian Gray! E é ótimuuuu pra mim também! Devorei. Brilhante, mas depois dele já li Cuca Fundida, de Woody Allen, Pulp Fiction, do Tarantino (e que confirmou minha teoria: os filmes do cara são um porre com tanto falatório. Se quer muito blábláblá, escreva um livro e não faça um filme! Como livro ficou bem mais bacana), O Falecido Mattia Pascal, de Pirandello (que amei da primeira à última página)... E ux, agora tô quase terminando Wishing on the Moon - A Vida e o Tempo de Billie Holiday! Wow!!! Ela injetava até no Mister, seu boxer... Tô lendo devagariiiiinho, pra não chegar à página 500... Lady Day morta...


Special Thanx ao Santo do Último Dia que digitou este post mastodôntico.

terça-feira, 21 de outubro de 2003

Asfalto Selvagem
E sempre acho Nelson Rodrigues desculpa para punhetagem da classe média, sempre imersa em seus pudores canhestros. Putaria não pode, mas se é obra do Anjo Pornográfico está ok? Fora isso, também é ótima válvula de "intelligentsia" para atores e diretores novatos. Não tirando o mérito do autor, é fácil, relativamente fácil, montá-lo dando uma leitura rasa. Os suburbanos retratados ali, sempre com a tara como principal motivação, não são de esquentar a cabeça de nenhum intelectualóide. Fala-se de Nelson Rodrigues de boca cheia, quase da mesma forma que essa gente cita Shakespeare... Ou o que é mais triste, gabam-se de fazer clown! 1º, com o perdão da ignorância, o teatrólogo inglês já encheu o saco! 2º, acho chato pra cacete e 3º, PORCAMISÉRIA! Por que dizer "clown", se na flor do Lácio há a palavra palhaço? Por que cargas d'água a profissão do Piolhim tem que ser menosprezada? Se são coisas diferentes (e please, algum entendido no assunto que me explique), como será que os países de língua inglesa as distinguem? O que é clown aqui chama-se palhaço lá, e vice-versa? Céus!!! Voltando ao Pierrot do Meier, tenho a sensação de que as adaptações cinematográficas tornaram-se um saboroso tesouro pop trash da cultura nacional. Mesmo a melhor delas, com a Darlene Glória declarando que "a voz que tu escutas é de uma morta", ao som de Roberto Carlos. Ao lado deste (Toda Nudez Será Castigada), coloco Lima Duarte, como o pai arruinado, querendo saber "quem foi que desenhou caralhinhos voadores na parede do banheiro", em Os Sete Gatinhos, nem tão bom filme assim, mas pop até o osso! E a Regina Casé fugindo de um troglodita rico à beira da piscina? Enquanto ela diz "Você não vai me comer! Não vai me comer e sabe por quê? Tenho nojo de homem!!!", perde a calcinha, degustada pelo sujeito. Bons tempos da TV Manchete. Assistir a coisas desse nipe, com o volume no mínimo, toda sexta, santa ou não! A mesma emissora que me divertia com Jaspion e Changeman, também inspirações para brincadeiras infanto-juvenis, mas, digamos assim, de técnicas diferentes. Clássico absoluto é Sônia Braga como a recatada esposa Solange em A Dama Do Lotação. Após uma lua-de-mel traumática, a jovem senhora se dedica a passar as tardes freqüentando ônibus (na época em que o filme foi feito, já não havia mais lotações no Rio!) atrás de sexo com qualquer um que topasse o roça-roça. De cabelón à la Fara Fawcett, vestidinho de alcinhas e tudo! Fuzarca! Bela Da Tarde sabor cravo e canela. E a bonitinha mas ordinária Lucélia Santos aos cuidados de meia dúzia de negões! "Negro!" E dá-lhe bolacha! Pow! "Não digo que todas as mulheres gostem de apanhar, só as normais..." Enquanto isso a Capitu leva centenas de velhinhos aos cinemas como Maria Mãe De Deus... Sou capaz de ir assistir só pra ver se daqui a dez anos ainda lembrarei dela ou da beijoca que o Tarcísio Meira tasca na boca de um falecido Ney Latorraca...

quinta-feira, 16 de outubro de 2003

Sonata de Outono
E alguém precisa contar pra esse pessoal da Rádio USP a diferença entre Música Popular Brasileira e Música de Porre em Barzinho! Ux!!! E paguei pela língua. Sempre fui bem mais de imagens, e ultimamente posso contar apenas com um radim pra ajudar a passar as horas. A língua é o chicotinho da bunda, não me canso de repetir! E o que é esperar a voz do Brasil (oh!) para saber das notícias? Oh2! E lá sabia que o Schwarza tinha sido eleito? Descobri que posso continuar sem esse tipo de informação... E ouvi ontem, pela primeira vez, a tal da Maria Rita, filha da Elis, cantando, elogiadíssima, e achei uma pouca vergonha! Imitar descaradamente a mãe morta e ainda ser elogiada? Deu saudades da Tere da Paulina! Hauhauhauhau!!! Já não bastava o mequetrefe do filho da Rita Lee viver à sombra da progenitora e mais essa agora? Bem, pelo menos Beto Lee tem o consentimento da mãe... E só mesmo uma madre caridosa pra deixar aquele cara, com aspecto de calouro universitário indo a baile do ridículo, usar seu sobrenome. E você que achava Buana Buana a pior coisa que poderia ter saído da parceria com o Roberto de Carvalho. Humpf! E pela Nossa Senhora dos Sagrados Tímpanos!!! Já se imaginou morando em frente a um templo da Assembléia de Deus? Eles entoam quase que de domingo a domingo cânticos que, fora do meu juízo normal (!!!), poderia jurar se tratar de hinos do Terceiro Reich! Que Führer o quê! Aos sábados costuma piorar, com clones da Mara Maravilha explodindo charme e simpatia por T-O-D-O o bairro! Tipo, incomodando os vizinhos dessa forma, eles ainda pretendem ir pro céu? E com a dinheirama toda que essa gente parece gostar tanto de ostentar, por que não colocar um isolamento acústico nesse trem? Pior quando as beatas da rua de trás tentam dar o troco cantarolando Glória a Maria à toda, bem debaixo da minha janela!!! Ninguém dança o charleston nessa terra? "É preciso estar atento e forte, não temos tempo de temer a morte."

quinta-feira, 9 de outubro de 2003

Robinson Crusoé
Nesta atual germinação de "mi vida", pouca coisa trouxe nas costas... Saudades do Bolo e da Glen, meus maiores tesouros! Claro que o velho Matusa matusco e suas intermináveis operações ilegais (ok, o velhote é da fuzarca!) também estão fazendo falta. O trabalhão que está sendo postar, você nem imagina! Estou reaprendendo a escrever à mão. Onde se salva isso aqui? E wow!, ainda há canetas cheirosas!!! Hauhauhauhau!!! Qual será a função de uma caneta cheirosa? Que coisa dramática deve ser morar ao lado de uma fábrica de canetas com cheiro doce! Tive uma amiga que residia ao lado de uma indústria de biscoitos recheados (olha eles aqui, em mais um post!) e depois das 17 horas o ar ficava impregnado de um calor sufocante que, dependendo do dia, poderia lembrar chocolate, baunilha, morango, coco etc. Pensando assim, até parece ser legal, mas na hora de comer pizza, aquele ar doce por toda a parte era aflitivo... Tô começando a achar que essa tinta deve ser alucinógena... EBA!!! No recanto de uma senhora de família, tô aqui espumando por uma caneta ponta fina! Hauhauhauhau! "Pablo, Chico, Miguelito!!!" Sabe quem está aqui também? Marilyn! Claro, girando, girando... "A tropical heat wave!" Fora ela, com sua voz de loira esperta, alguns livros... e mais livros... se for esperto o bastante, saio aprendendo grego ou latim, na melhor das hipóteses! E levei uma semana para ler Aquilae Titicans - O Segredo de Avicena. Se puder, fuja dele! Hélio Schwartsman (um daqueles "donos do mundo" da Folha) conseguiu cometer um dos piores textos que já li. Ótimo argumento, pessimamente desenvolvido... Foi um martírio digerir as mais de 300 páginas, duvidando que era tão ruim. "Quem sabe o final arruma esse lixo." Não arrumou! Ao mesmo tempo e em doses homeopáticas estou lendo Histórias Extraordinárias de Edgar Allan Poe, e mais homeopáticas ainda o absurdo A Arte de Ser Feliz do Schopenhauer... Humpf! Estava impossível levar apenas aquele livro muito ruim como único entretenimento. Hoje inicio o meu primeiro Oscar Wilde. Que Deus me ilumine! "Toda arte é absolutamente inútil." Acabei de receber (da forma antiga, no papel) todos os comments dos posts mais recentes e foi realmente emocionante. Não fui esquecido! Beijos profundamente carinhosos a todos. E chega, porque a boa alma que irá digitar isso tudo já terá bastante trabalho. Agradeça a ela também, porque nem tenho mais tantas palavras doces assim para dar meu muito obrigado. Pensou? Não quero correr o risco de depender da caridade de quem me detesta, parafraseando você bem sabe quem...

sábado, 4 de outubro de 2003

Surpresa em Xangai
Ainda sob o efeito do mais bizarro e delicioso salgadinho que este humilde escriba já degustou, pego-me a divagar sobre o mundo fantástico dos produtos comercializados em supermercados... Por que não há, afinal, biscoitos recheados salgados? E o Omo? Se ele é tão incrível assim, por que sempre lançam um melhor ainda? A versão anterior lavava menos? E por que chamar de Brilhante um sabão em pó que leva horas para ser diluído? Que fim levaram os Seven Boys? Uma empresa troca de nome, manda os pobres sete garotos embora, mas não muda a cara de coisa 70's com aquelas bolas azuis, vermelhas e amarelas... Faz um favor pra mim? Não estou podendo agora. Liga no 0800-11-7777 e pergunta pelos sete. Aliás, lilás, aproveita pra contar que você não consegue mais comer pão Pullmann (ops!) chamado Tica! Parece nick carinhoso (???) pra precheca!... Preciso parar de degustar bizarros e deliciosos salgadinhos de botecos asiáticos...

sexta-feira, 3 de outubro de 2003

Carlota Joaquina
E nem é que esqueci de nada, não, ou o Matusa subiu no telhado, ou ainda fui abduzido de vez... Já tô em novas plagas, sem ter um PC à mão (por enquanto!), nem tempo pra coçar o dedão do pé! Mas diga pra todos que não me esqueci de ninguém, estou com saudades dos blogs dos queridos amigos, e prometo tirar o atraso assim que possível. Estou bem! Pra falar a verdade, em ótimas mãos, com todo afeto possível (hauhauhau!)... Beijos! Não me abandone, e aguarde novos posts! Ah, e claro, torça por mim... torça para que meus sonhos se concretizem!

domingo, 21 de setembro de 2003

Dó Ré Mi Lá Sol
Se tem algo que nunca contestei nessa vida, é que há mais alguém nesse emaranhado de estrelas... E que céu bonito tem Itapeva! Você precisava ver!!! Já vi OVNIS umas duas vezes e não só em Pedra Chata... Inclusive no mesmo lugar onde a Rita Lee já viu, na Vila Mariana! 3 luzinhas brincavam cá e lá, como se fossem borboletas luminadas, mas em movimentos geométricas! Mas mais bizarro foi quando vi na chácara do Lôrero um Totoro! Bem parecido com um daqueles que aparecem no filme de Miyazaki. Uma criaturinha de luz leitosa caminhando em direção às pernas de uma amiga! Fiquei tão embasbacado que nem comentei, fiquei olhando, olhando, depois, quando sumiu na escuridão é que me lembrei de falar pra todo mundo... "Foi a dúzia de cervejas!", ouvi... Trufas! Já postei sobre isso, hug? Mas não duvido de nada! Ainda se estuda a inteligência de animais óbvios como o golfinho, cachorro, blablablá, o que me garante que realmente foi uma alucinaçãozinha? Mas de coisas do céu, aqui é óóóóótimu para isso! Volta e meia ouvimos causos de aviões das forças aéreas vistos caçando homenzinhos verdes! Talvez venham catar minérios,vacas, caboclos de mente aberta etc, etc! Muito triste se a vida for só isso mesmo, com pessoas de duas pernas (em sua maioria), dois olhos, e cérebro de noz! Se eu fosse um alien, só não implantaria um Chip na cabeça da Elba Chips, que acabou usando todos esses conhecimentos milenares a favor do Serra, o que não significou muita coisa, né? Marsian translation: Tá tá! Tá tá tá tá tá tá! Tá tá tatatatá!!! Tá tá tátá tá tá tá tátátá! Tá tátá...

sexta-feira, 19 de setembro de 2003

A liga extraordinária
O que a gente não faz por uma rendinha extra... Precisando de grana fiz animações infantis! Assim, com a cara e a coragem! Mais coragem do que cara, já que a maioria dos personagens eram mascarados! Santo acaso! Na maior vergonha, ninguém sabia quem estava por traz daquela misteriosa máscara!! Já comprei muitos CDs, VHS, joguinhos pro Playstation, graças aos benditos Pokemóns! Sim, sim! Eu fui o Ash!! Huahauha Certa vez um garotinho de uns 7 anos passou boa parte da festa olhando pra minha cara até que puxei assunto, e ele: "Você não é criança!", e repondi com a maior cara de pau do mundo:"Quêêêêê? Claro que sou!"... "Mas você tem a cara verde, igualzinho a do meu pai quando não faz a barba!". Era chato quando a chefe tava junto e nos obrigava a ficar em estado de alegria fulminante durante 90 minutos! Ou quando na hora dos parabéns (e como é muito mais chato cantar essa musiquinha quando nem se conhece o infeliz!), com um garoto de uns 90 quilos no colo e a mãe se encata e chama parente por parente pra tirar foto junto com o Batman! Imagina o sorriso forçado! Vontade de arremeçar o trambolhino a metros de distância!!! Aliás, Batman era o mais bacana, e fui o interprete oficial da empresa... E sexy, sexy! Bastava colocar a másca e ficava com a boca em formato de bico. Todo de preto, e só a parte da boca de fora! De bico, com jeito de beijável! Ux! As festas eram infantis!!! As festas eram infantis!!! De qualquer forma, um ser com quase dois metros de negro andando de um lado para o outro não tem como não chamar a atenção! A Bianca era a Mulher Gato, personagem que odiava encarnar perante os piralhos. Reclamava da sexualidade evidente do unifome coladinho e de sua vontade de sair dando patadas na cara de petizada. Saudades da lôruda! Imagina que engraçado esses aniversariantes, adultos, descobrindo a farsa que foi seus aniversários! E olharão aquelas fotos que jamais verei se ficaram boas! Outra foto que eu pagava pra ver! Eu de barman em uma rave, quando o representante da tequila, que patrocinava a noite, pediu para eu tirar uma foto servindo dois go-go boys semi-nus! Imagina a minha cara de bêbado, ás 4 da manhã, de sorriso amplo... Detalhe, vivia discutindo com os moçoilos, porque ficavam saracutiando em cima do meu balcão, e isso me irritava! Nem lembro porque me irritava, mas me irritava e isso já era o bastante. Minha rabujice vem de longa data, veja só! Nem pobres jovens rapazes escapam dela!

Ouvindo: Perhaps Perhaps Perhaps - Doris Day

quinta-feira, 18 de setembro de 2003

Ricochete e Blaublau
O maior inimigo à vida decenda feminina é a própria mulher! E tenho dito! Tô fora! No começo deste ano presenciei uma cena que me chocou por dois motivos: 1º que tudo pode mudar a qualquer momento, e quem é muito corretinho e pensa que tem controle de sua vidinha pacata está redondamente enganado! 2º, o ser humano é mais sórdido do que se pensa! A Glenda tinha tido uma de suas crias durante a madrugada toda e eu nem tinha ido dormir ainda. Eram umas 8hs, verão, sol a pino. Tinha um carinha pintando a garagem da minha casa. Aquele silêncio de cidade "pacata" do interior pela manhã, e assim, de repente, assim como todas as coisas estapafurdias que acontecem nesse mundão de Deus, um grito! Aliás, depois eram vários gritos cada vez vindo mais perto: "Socooooooooooorro! Levei um tiro!"... Imagina o susto? Moro em um bairro classe média, e mesmo nesta cidade, revólveres, tiros e Cia nunca foram muito habituais. Levantei e fui ver o que era, o pintor já tinha mandado a senhora sentar-se numa calçada! Wow! Ela estava baleada!!! Ninguém pensou que quem tinha feito aquilo podia estar vivo e apareceria atirando em todo mundo! Nunca tinha visto alguém perfurado no peito de verdade, e deve doer pra caráááááááááá....mba! Falava com dificuldade, minha mãe a conhecia de vista e começou a chorar, a mulherada de toda a vizinhança foi se aproximando e a fazer escândalo! "Nossa, fulana! Como isso aconteceu?" "Puxa, beltrana porque isso?" A coitada toda ensangüentada e não parava de ouvir a mais tolas perguntas. Fiz minha parte mandando elas calarem a boca e conversarem sobre assuntos mais amenos, e liguei pra vir uma ambulância. Nada e nada! O tempo passando, retornei a ligar mais umas vezes, e ouvi que era para ter calma!!! Nesse meio tempo tentaram parar carros na rua para leva-la ao hospital, poucos pararam, e um dos que parou falou que só levaria se antes pudesse ir em casa forrar os bancos do carro (!!!!!!!!!!!!!!!!!!)! Assim que o resgate chegou e a tirou dalí, pronto, todas aquelas preocupadas donas de casa começaram a descer a lenha! "Sem vergonha, ia toda hora pedir dinheiro pro ex marido!" "Só procurava o ex marido pra pedir dinheiro pra filha, agora tomou o seu!" Putz, como assim? Ela é vítima e culpada ao mesmo tempo? Outro caso bizarro, um casalzinho fino hi-class da cidade! O cara espancou a moça, quebrou o maxilar, tentou mata-la batendo o carro contra o poste, foi preso, e todas as periquitas querem ver ele solto! Nem conheço nenhum dos dois pessoalmente, por tanto nem posso defender levianamente um ou outro, mas torcer pela justiça é o mínimo de um ser humano! S-E-R H-U-M-A-N-O!!!! Menos levianismo e ética que num tô podendo!!!! O fato desse sexo ter aceitado ser chamado impunemente de "ordinááááária" como elogio já é revoltante! E pelos exemplos do dia-a-dia, nota-se que isso não era nada demais, afinal...

Ouvindo: hardcore junkies - ROTTERDAM TERROR CORPS

quarta-feira, 17 de setembro de 2003

ER


Dia corrido! O Matusa voltou do médico com sua saúde "aparentemente" restaurada! Mas dá meio doido, se recusando a lembrar de algumas coisas de seu passado... Mas foi meio estranho vê-lo com as entranhas pra fora, como se fosse uma gigantesca barriga esfaqueada, sem verter uma gota de sangue, sem dar um elétrico piu. Também não é agradável ver um desconhecido (mesmo que um médico caridoso com cyber senhores de propriedade de jovens senhores sem um puto para pagar) revirando-o de cabeça pra baixo. E ainda ganhou um banho de água e sabão! Dá pra acreditar nisso? Com saúde e cheirozinho.... Curioso é que o cara falou o que todos falam assim que começam a cirurgia: "Porra, como ele tá bom de memória!" Então, porque será que ele resmunga tanto? Funga a cada programa aberto, por mais idiota que seja... Se eu fosse um exterminador de baratas tentaria alimenta-lo com "O" produto, só não seguiria seus pedidos homicidas, que talvez começasse a ter! Nem sairia brincando por aí de Guilherme Tell, of course! Mas para poder ter uma vida virtual mais tranquila toparia na boa dar-lhe uns aditivos extras...


[Ouvindo: le flic et la fille - ARLING & CAMERON ]

sábado, 13 de setembro de 2003

Dançando no escuro


Depois que a webcam chegou, fotos, fotos e fotos! Incrível como estou diferente a cada imagem, e agora descobri que mudo independentemente de corte de cabelo, óculos etc! Sabe quando a gente sai na rua e ninguém olha? Não é culpa da roupa, ou cabelo desgrenhado, é coisa do dia mesmo. Tentei tirar umas hoje, e ao contrário das de ontem, fiquei péssimo! Tava as organizando e resolvi fazer uma pastinha para guardar as melhores (sim, sim, ego puro desavergonhado!). De 135 (que já eram automaticamente selecionadas) sobraram 32. Observando-as cheguei a algumas conclusões: Fico melhorzinho com cigarro na boca (!!!), e cara de poucos amigos. Gostei das de ontem mostrando a tatoo, que aliás, tem coçado pra caramba! Outra coisa notável é que, na maioria, escolhi as de cabelo curto, e sem óculos. Só agora cheguei á conclusão de que não vejo graça em óculos. Nos outros acho tudo, mas em mim... As mais recentes figurinhas (TODAS carimbadas) por quem me apaixonei tinham óculos! Passei a infância usando aqueles de arame retorcido, sabe? E sonhava com o dia em que teria uns com lente. Depois de muitas topadas em portas fechadas (tal e qual Marilyn em How to Marry a Millionaire...) e sacrifício para ler legendas em filmes consegui convencer a oftalmologista que 4 olhos eram necessários. Aconteceu o mesmo que o Chanler de Friends, ninguém percebia a grande novidade, parece que sempre tive cara de óculos! A princípio era só para usar de vez enquanto, mas como sonhos são sonhos, os uso o dia todo sem realmente precisar. Graças a eles vejo o brilho da lua novamente, e na rua, o rosto de quem está a mais de 2 metros de distância me acenando. Se não, vejo as pessoas como a aparição da Nossa Senhora em Fátima, corpos com rostos disformes. Também sou muito porco e distraído para usá-los. As vezes não estou vendo absolutamente nada de tanto que as lentes estão engorduradas e só percebo isso depois de muito tempo. Pelo menos na hora das fotos, ou momentos especiais, vou evitá-los. E se for pra usar lentes de contato, prefiro eles. Se houvesse grana para ter diversos modelos aposto que não estaria enjoado. A propósito, ando muito enjoado ultimamente...


Ouvindo: harry houdini - KON KAN
Instinto Selvagem

Se há uma época que me deixou saudades claramente sei que não foi a década de 80, e seus gliteres e neons. Sabia pouco do mundo para me apegar aquilo! Os 80 devem ter sido bons para minha irmã mais velha que lia Capricho, a Revista da Gatinha, viu Rock Estrela no cinema, e achava o Paulo Ricardo um gato. Ugh! Minhas mais doces memórias ficaram nos 90! Mais precisamente na primeira metade da década, com Madonna provando que podia ser mais que uma imitação tosca da Cida Lopes, Pet Shop Boys gritando Go West, etc, etc, etc. Fiz o site sobre My Own Private Idaho na verdade como desculpa para relembrar esse período um tanto quando promissor para a perda de vergonha do mundo pop. Lembro com prazer de quando era menor de idade e mesmo assim entrava em motéis baratos com idisfarçaveis cheiros de mofo, ou casas de basfond na cara dura! Jamais fui barrada por causa da idade, porque provavelmente aparentava bem mais do que tinha. O crescimento galopante da barba talvez tenha ajudado, além do incrível fato de minhas espinhas terem se concentrado na região das costas e não na cara! Lembrei disso tudo hoje ao achar uma caixa com minha absurda e gigantesca coleção de flyers! E nem fui muita da fuzarca não senhora, hein? Era tudo praticamente experiências sociológicas! A única pessoa que "conheci" (se é que você me entende!) na noite acabei ficando junto por quase 8 anos!!! Sim, sim, sou bom moço! Ok, era chegado a uma boa Marie Claire (como chamávamos, entre os mais chegados, aquele sensível fio branco ), mas bom moço mesmo assim! Claro que teve uma vez que quase subi no telhado graças a ela, mas como diria o Tito: "vale!". Nem tudo foram baladas, sorrisos e cervejas long necks (a última novidade) com dois canudinhos, mas para mim tinha chegado "O" momento para o qual esperei a vida toda, e ao que tudo indica, aproveitei ao máximo! A adolescencia tinha deixado, enfim, de ser um pesadelo. Esses anos em que vivemos (e que nem sei como os chamar. Anos 0 talvez?) estão tão chatinhos, com todos atirando para todos os lados, um eterno clima de já te vi, com qualquer serzinho da classe média tentando se destacar na última cyber moda que algum desocupado gringo inventou... Humpf! O fim de qualquer romantismo de uma forma geral, quando bastam apenas um baseado, um blog, e um blockbuster com sombras messiânicas para as pessoas se acharem revolucionárias. Nem mais sarcásticos podemos ser...


Ouvindo: I.F.O. (identified flying object) - Deee-Lite

sexta-feira, 12 de setembro de 2003

The Muppet Movie

As vezes ficar acordado de dia e dormindo de noite como todos os mortais (ok, eu não sou Drakul mesmo!) tem suas vantagens! Quase estourei de tanto rir com o programinha da Sônia Abrãao! E não é que ela teve a insuspeita honra de entrevistar em seu estúdio e ao vivo o Seu Barriga? Mas o que valeu o dia foi quando apareceu o dublador original, um tiozinho de terno e gravata torta. Daí quando foi abraçar o ator mexicano (muito mais gordo que no programa) , o velhinho ainda teve que subir um degrauzinho com muita dificuldade, saiu-de com a máxima:"Se eu soubesse que minha vida ia durar tanto teria me cuidado mais!" Huahauahuahaua Valeu meu dia! O que valeu também foi ter ficado vendo meus episódios de Os Simpsons e achado essa sátira da Xuxa! Dei até print screen ! Raríssima imagem! Ela aparece no episódio especial de natal do palhaço Krust, como a gracinha vinda da América do Sul com nome impronunciável!!! Fora ela, de brasileiro famoso a dar um olá em Springfield, só o Pelé... Ironia do destino, não?

Ouvindo: Whats The Buzz - JESUS CHRIST SUPER STAR CAST

quinta-feira, 11 de setembro de 2003

Carne Trêmula
Não consigo para de pensar em um gigantesco PC Esperança! Sim, sim! Vc doa duas merrecas e fará um blogueiro feliz em lá maior com um PC novinho! Tenho ficado preocupado, não posso ficar sem o Matusalem agora! Não agora, justo agora!!! É um tal de estouro de pilha, VXD, e a maldita tela azul... "A tela é azul"... Desculpe o trocadalho do carilho!!!! Sem falar que a conexão cai depois de uns 10 minutos des de sábado... Uns 400 pulsos a mais e ainda é só o começo do mês. Deus salve a América! Agora a pouco fiz a loucura de reinstalar quase inteiro e sózinho! Drive por drive! Ux!!! Se é verdade que o que não mata engorda, ele deve estar pesando uns 80000 GB! Se for virus danou-se, porque o AVG (atualizadíssimo!) nunca capta nada. "Escova não me alcança! Escova não me alcança! O batuta (eitcha!) é que tenho me sentido forte e corajoso! Depois de ontem posso até doar meu rim! o figú nem rola mais, muito provavelmente! Aliás, você sabia que tatuados não podem doar sangue? Nem queria, tenho pavor a agulhadas!!! Huahuahau Mais, se você se declarar homossexual também não? Mas ainda há a patuaquada de grupo de risco? Tinha um amigo que já passou o carão de ir doar e a oncinha nem deixou assim que ele repondeu um questionário. Detalhe, foi sincero e queria realmente apenas doar, ao contrario dos outros não gays que queriam doar só pra fazer o teste de HIV... Muito estranho esse mundo em que vivemos. Por isso, todas minhas preces a um Matusa mais saudável!

Ouvindo: The Black Angel's Death Song - The Velvet Underground & Nico

quarta-feira, 10 de setembro de 2003

Boys don't cry

E chegou o dia em que uma tatoo no meu braço seria inevitável! Foi hoje esse dia!!! Financiada (acredite!) pela minha avó lá fui até o estúdio do Dinho com a cara e a coragem! Fiquei horas para escolher o que marcar "para sempre" no meu braço direito... Sabia que seria algo de origem japonesa (um animé talvez), mas não encontrei nada do gênero nem nos arquivos do Matusalém, nem nas imagens que tinham lá. Me encantei por essa máscara Kabuki, mas não imaginei que ia ficar tão bacana, que me daria tanto orgulho e a vontade de sair mostrando por aí! A minha cara! Sempre ouvi falar em historinhas de pessoas que se embebedaram por causa da dor, choraram, berraram, e que "dói muito". Cada um sente uma dor diferente, mas para mim NÃO doeu nada!!!!!!!! E sou um tanto quanto cagão, fui inclusive com medo de cortar couve na hora H, e quando chegou no momento crucial de sentar em frente a ele comecei a refletir: "Precisar não preciso, então porquê vou fazer isso? E se eu choro? E se saio correndo e ela fica inacabada? Que vexame!!! Mas e se inflama? E se meu braço apodrece? Como vou digitar depois?" Sempre há as possibilidades. Nesse segundo, que pareceu ter durado horas, ter ficado livre da marca seria bem simples, mas não me perdoaria pelo mesmo tempo em que ela agora durará, "para sempre". Quando ele encostou a agulha pela primeira vez o susto! Caí na gargalhada! Ele precisou mandar eu parar pra não errar! Faz cócegas, e lembra uma mistura da trepidação de um barbeador elétrico com constantes mordidinhas de formigas, e só! Lá pela metade do processo não tinha mais dúvidas de que não parará nela! Quem sabe com grana e coragem resolvo fazer um dragão oriental nas costas? Uns diagramas na perna? Óbvio que pela constante duração (3 hs!!!), da sensação bizarra, é quase (QUASE, leia bem isso) incontrolável soltar um berro: Aaaaaaaaaaaah! Mas a alegria de ver ficando pronta e a imagem tão emblemática se cravando em minha pele superou tudo. Claro que a vergonha também ajudou a continuar bem caladinho, vendo revistas com caras que tatuaram de Meninas Super Poderosas, Lady Di, Ratinho (!!!) aos tradiconais e batidos tribais. Na vida a gente ganha tantas cicatrizes, nem sempre agradáveis, porque não dar teu corpo a uma que você escolheu, e o que é melhor ainda, bonita, que te faz feliz ao olhar pra ela?

Ouvindo: Eletricidade - Fernanda Porto

terça-feira, 9 de setembro de 2003

Uma vida por um fio
O Matusalém não anda nada bem... Como naqueles dias... Deseje-lhe saúde! Não tá dando nem pra usar o Yahoo Messenger, nem blogar direito ou navegar! Talvez logo melhore! Talvez logo suba no telhado de vez! Velho cyber senhor pede descanso eterno... Enquanto isso, às 15 hs, estou indo registrar-me como um antigo marujo! "Marcado a frio, ferro e fogo quando a noite vem".


Ouvindo: Rapsody in Blue - George Gershwin

sábado, 6 de setembro de 2003

Eles não usam black tie
A vida real não me satisfaz mais! Não que tenha me satisfeito alguma vez nessas quuuuuuuuuase 3 décadas (wow, hein?) de minha existência um tanto quanto Charlie Brownesca... Mas as paredes nunca me sufocaram tanto. As pessoas todas iguais, muito iguais que me cercam parecem clamar o tempo todo pelo meu cinismo. E uma cidade pequena realmente não ajuda muito nisso tudo. De forma prática, me irrita virar as páginas de um jornal ou revista (meus mais marcantes prazeres terrenos) e NÃO achar links que me levem para algo mais! Nada versus o nada! E as fotos? Meu Deus, não dá pra salvar!!! É impossível comentar isso sem me lembrar de uma tirinha do genial Laerte. O Hugo na privada lendo seu Lap Top e pensando "Que delícia! Papel nunca mais! Muito mais prático ler as notícias do mundo todo a qualquer hora ou lugar", ou algo parecido. Até que ele vê uma barata faceiramente subindo pela parede e não tem dúvidas: POW! Joga o computador nela tal e qual fazia com seu antiquado periódico matutino. Só depois do impulso é que percebe o que havia feito. Mas hábitos não se perdem assim, de uma hora pra outra. Imagino o que seria de mim se agora voltasse a escrever em um jornal sem poder linkar nada! É possível isso? Claro que para o cidadão médio, internet (IG) é só mesmo, Chat (ICQ e/ou UOL), pornografia e trocar aqueles e-mails idiotas com piadinhas (ou desgraças fakes) que vão repassando sabe-se lá porque! Aliás, se no assunto está FFW, ou sei lá o que, já que nem presto atenção assim que visualizo um F ali, vai pra lixeira direto! E ainda o remetente tem até sua 15ª geração futura praguejada por ter entupido minha sagrada caixa postal em vão! 99% do povo não se liga no conteúdo de nada, não lê notícias, ou qualquer outra informação a não ser (talvez e esporadicamente) o resumo de alguma telenovela ou horóscopo. Me diga porque um XP? 7 GB livres da Silva pra tamanhas façanhas? Alguém já disse que dê um computador a um idiota e você terá um idiota duas vezes mais rápido! Pior, o equivalente à cafona declaração de que se é chocólatra é dizer que se é viciado em Internet!

sexta-feira, 5 de setembro de 2003

Cantando na Chuva


"My friend, can your heart stand the shocking facts about grave robbers from outer space?" (Criswell)


Agora posso voar, agora posso ser novamente o que bem imaginar! Entre mortos e feridos (mais feridos do que mortos, é bem certo!) sobrevivi! Tal e qual aquele hit disco, eu sobrevivi! E o espantoso, não me sinto culpado por nada, inteiro e leal como nem o Boris é! Fiel e respeitoso a quem me permitiu expor meus sentimentos. Não menti, não me vendi, não esfaqueei ninguém pelas costas, não vendi meus sentimentos, ou os troquei por um teto ou um eletrodoméstico bacana. Aqui, do alto dessa masmorra posso olhar tudo que acontece aqui embaixo, mais com saudades de carinhos - saudades do inferno, já me lembraram - do que de pessoas. E ainda com novas forças consigo torcer pelo também amadurecimento alheio, e claro, confiar na fantástica e implacável roda da fortuna. Pago o que for para ver ela girar, e quiçá não tardará! No meio dessa confusão toda, desse circulo vicioso do mal, me alivia saber que não deixei de ser eu mesmo, e principalmente, NÃO devo desculpas a ninguém... Devo muitas coisas, devo até minhas cicatrizes, mas não o peso da culpa pela omissão, não o peso de necessitar o perdão. E simplesmente não me faz falta, nada mais me faz falta.


Ouvindo: non, je ne regrete rien - CASSIA ELLER

quinta-feira, 4 de setembro de 2003

É o Tchan do Brasil

Pelas barbas do profeta! Benzadeus que temos barba e podemos contar com uma cara novinha em folha a cada banho! É praticamente a possibilidade de virar uma nova pessoa! Sempre quis ter barba! A minha primeira fiz quando tinha uns 9/10 anos! Mesmo sem ter nada fazia para que crescesse logo! Talvez por isso se eu deixar minha cara some... Ela vai até perto dos olhos... Uma coisa lobisomem mesmo! Quando não a tinha, e era anos 80, quando a moda eram os mulets, divulgadas pelo Macgyver em Profissão Perigo e o Evandro Mesquita da Blitz, eu sonhava em ter BIGS costeletas igualzinho às fotos ou filmes 70's! Quer coisas mais 70's que chamar costeletas de suíças? Minhas costeletas gigantes serão minha eterna marca registrada. Acho tudo! E quando vi em meu primeiro mangá um cara com as suas tão grandes que se juntavam abaixo do queixo? Wow! Minha maior inspiração! Elas também estiveram presentes nas revistinhas de sacanagem suecas, e nas novelas antigas do México, a forma mais legal de se esconder o ponto, já que lá ninguém decora o texto que é soprado pelo produtor. mas o que me ajuda estéticamente é o cavanhaque (ou pêra), tipo o falso usado pelo conde de Parma (também fake) na novela A Gata Comeu, lembra? Meu queixo é muito pequeno, e sempre dá uma disfarçada... Tipo, nem se parece com Noel Rosa, mas está loge de ser igual ao do Cary Grant. Aliás, sempre digo quando me perguntam o que faria se ganhasse muito dinheiro, que ficaria lindo! Não tenho dúvidas! Arrumaria queixo, endireitava os dentes, nariz, cabelo, músculos, etc. Se bem que com muito dinheiro você pode parecer o Costinha que será tudo do mesmo jeito! Tá aí o Luciano Hulk que não me deixa mentir...

Ouvindo: set the controls - DJ ME DJ YOU

quarta-feira, 3 de setembro de 2003

La vie en rose

Prova de bom humor inabalável! Assisti hoje ao Exterminador do Futuro 3 e....... AMEI! Assim, uma bosta, mas eu esperava uma bosta bem maior! Nuuuuuussa! Vi coisas inacreditáveis e perfeitas! Tem uma cena em que a malvadona ( e consequentemente gostosona) persegue os carinhas usando um guindaste e sai levando todos (!!!) os postes elétricos junto! Isso logo nos primeiros minutos! E só pelo fato dessa mesma cyber pistoleira vir ao mundo nuinha e não fazerem piadas sexistas com isso já tá valendo! Óbvio, que não há arte. E até tentei achar algo nele para filosofar, juro... Mas quem gosta de filmes infantilizados vai achar T3 um clássico absoluto! E o Swarza na boate gay ficou bem engraçado! Há algumas soluções inteligentes no roteiro, mesmo que para cada uma delas apareça outras 5 óbvias como convém a blockbusters!!! Mas só pelo final inesperado vale! A milhões de anos luz que não via um com final não "adivinhável"! Será que a alegria do dia me fez não tentar prever nada? Engraçado o mocinho depois de tudo falando aquele texto manjado e apocalíptico em off en tom seríssimo, até encerrar com um "Isto é só o começo!". Putz, eles fazem isso e ainda nos ameaçam com mais? Huahuahauahauah Maaaaaaaaaas também assisti a Procurando Nemo, uma das películas (?) mais fofas, inteligentes e psicodélicas que já vi! E esse pessoal da Pixar não erra nunca? Caramba! Hoje só faltou encontrar o pássaro azul! OK, o Comentar estava fora do ar de novo, mas prometo que, como bom menino, amanhã leio os comentários de ontem e respondo a todos! ;-)

terça-feira, 2 de setembro de 2003

O mensageiro do diabo
Já coloquei em xeque a existência de Deus, sempre com jeitão de malandragem para o zé povinho baixar as orelhas e não fazer malvadezas, assim como os senhores espalharam para seus escravos que manga com leite fazia mal, só pra negadinha tirar o olho grande dos pomares... Mas que Jesus viveu, eu acredito piamente! E que marketing sagrado que sobreviveu tanto e correu aos quatro cantos do globo! E que cara será que ele realmente foi? Se quem conta um conto aumenta um ponto, como diz aquele velho deitado, quem foi ele mesmo? E participei de uma versão de Jesus Christ Super Star! Adivinha quem eu fui? JUDAS!!!!! Aqui só fiz os vilões... Em SP nunca passei de príncipe em pecinhas infantis medíocres! Eu levava semanas compondo o personagem, ia mostrar e a diretora achava uma merda sempre! Não era pra interpretar, era pra fazer "igual aos filmes da Disney"! Na cena final da Bela Adormecida, por exemplo, quando via a Bianca toda lôra de bocona sempre bezuntada de gloss (eu reclamava do gosto, mas fazer o quê?) me inspirei no Bela Lugosi, do Drácula de 31, uma euforia misturada de medo, e turpor... E nada vezes nada! Voltando ao Judas, quase perdi a cabeça! Fiquei uma semana pedindo pra testar a forca e o povo adiando, adiando... No dia, quando baixaram a corda, não desceram tudo, e fiquei com o corpo no chão, e a cabeça levanta... Durante toda a coreografia! Ux, que sufoco literalmente! Vergões visíveis por um mês!!! Ainda bem que não fui a Maria Madalena, pensou?

Ouvindo: So Easy - Röyksopp

domingo, 31 de agosto de 2003

Por uma vida menos ordinária
Amo História, mas sempre fico com meus pézinhos atraz quanto a seus mitos! Ela nunca será contada pela visão dos mais fracos! Aqui na minha cidade há um exemplo vivo! Ou morto por assim dizer melhor... Havia uma senhora radialista, dona de rádios, ex deputada, ex vice prefeita, dona de uma creche (fechada anos depois após denúncias)... Tinha um programa de rádio na AM (aqui só há 2 rádios, da família dela, e nenhuma outra pode ser sintonizada) onde caprichava na demagogia e assistencialismo. A zona rural transforma esta cidade maior que Sorocaba em território. Óbvio que suas intenções políticas sempre causaram suspeitas, e em seus mandatos, através do alcance de seu programa, a zona urbana inchou, criando algumas favelas. Até que num belo (!!!) dia, a "doce" vovó subiu no telhado, às vesperas da eleição também para deputada da filha que não se fez de rogada e adotou o sobrenome político de "Sicrana da Fulana", usando o nome da mãe morta! E agora a caridosa senhora é nome de Avenida, assim como uma porrada de Coronéis (todos muito benevolentes) e familiares de vereadores... Imortalizados em plaquinhas aqui e ali... Da mesma forma que com os inventos, entre tantas outras coisas, não deve e nem é diferente! Thomas Edson só não inventou a cachaça porque não conhecia a caipirinha! É dele, e só dele a invenção do cinema, mesmo que os irmãos Lumiere tenha concebido o cinematografo bem parecido com o que o cinema ainda é hoje... E não a chamada Lanterna Mágica, fotinhas que se movimentavam ao girar um arco. Agora, lendo a Deutsche Welle, descobri, claro, que a invenção da lâmpada é de um alemão, Johann Heinrich Goebel. Imigrado para os EUA, usou em 1854 as fibras de bambu de sua bengala como filamento. Chegavam a permanecer acesas por até 200 horas! Ele logo usou o invento para iluminar sua joalheira em Nova Iorque. Em miúdos ( e em total momento Homer!), mesmo que eu invente a paçoquinha hiper super turbinada, vão sempre dar o mérito ao Edson, ou em qualquer outro de olho maior, of course!

Ouvindo: Beautiful World - DEVO

sábado, 30 de agosto de 2003

O Povo contra Larry Flynt
O bom de se ter ídolos pornostars é que muita pouca coisa vai nos decepcionar, chocar, negativamente! Aquele nosso último ranço de pudor interiorano vai para as cucuias! "Olha ela, que performance!!! 2 ali, 1 acolá, e outra tentando ali também!"... Ops, overdose, morreu, coitaaaaaada... Volta e meia acontece! E lá se foi aquele VHS porreta, porque daí meus pudores vêm á tona! Com mortos não! Mas enquanto isso não vêm, nunca encontraremos no cyber submundo uma única foto aquém do que se espera! E todo e qualquer sexo para os gringos é hardcore! Softcore são aqueles filminhos da Band, que nunca mostram nada com nada! E qual a graça? Falando em mostrar, lembra daquela piadinha dos dois namorados na pracinha? E um diz pro outro: "Olha o guarda, guarda!" Meu lado dona Carolina (a tia religiosa) grita quando me pego em pensamentos fugazes do tipo "Mas esse povo tem mãe?". E aquele Lukas dos filmes do fotógrafo Bel Ami, sabe? Virgem de traz pra frente como diria um amigo meu! Veio ao Brasil e recusou-se a responder qualquer pergunta sobre sua sexualidade, ou homossexualidade! Ops! Ou melhor ugh! Então é tudo profissional? O rapaz mora com a avó em um pequeno país do leste europeu, e viaja sempre que vai trabalhar. Mesmo com seu rosto estampado em todos os lugares a velha senhora nem sonha de onde vem o dinheirim do netinho! O pobre rapaz dá duro pra se sustentar e nem o reconhecimento familiar tem! Isso sim é sacanagem...

Ouvindo: Untitled #8 - Sigur Rós

sexta-feira, 29 de agosto de 2003

Diamonds are a girl's best friend
Minha fama de sovina sempre fez história no seio familiar! Wow, que frase bem típica de romance do gênero "a flor do meu segredo"! Por essas e outras nunca admiti que se julgue uma criança, ou rotule qualquer ser vivente, mas quando somos pequenos, não é fácil crescer com estigmas! Reza a lenda, e de certo modo confirmo porque lembro, já que foi a única surra que levei do meu pai, que fiz um escândalo daqueles no aniversário da minha irmã. Fiquei chocado ao ver aquele bando de infantes famintos devorando a mesa de guloseimas e comecei a berrar "Estão comendo tudo! Estão comendo tudo!"... Fiquei trancado no quarto o resto da festa. Também nunca fui chegado a emprestar meus livros ou HQs para terceiros. Minhas irmãs sempre lembram quando tentavam ler meus gibis, e se fossem do tipo almanaques, editados com cola na lombada, exigia que não abrissem muito eles, ou fizessem (e isso odeio até hoje, mesmo em revistas grampeadas), que se dobre ao meio, com a capa para traz, sabe? Depois começam a despencar as páginas! Isso é óbvio! Mas sou tão desencanado com dinheiro em si, junta-lo, guardá-lo... Mas das minhas coisinhas cuido bem sim, e nem adianta pedir que não empresto! Perdi livros incríveis emprestando para pessoas de "confiança". É triste que quando a gente sobe no telhado, apenas casa, carro e bens de valor financeiro alto possuem algum valor para a família. Livros, discos ou filmes vão ao lixo! Qualquer coisa de valor sentimental não representa nada aos olhos alheios. Sei bem porque o que sobrou do meu pai, (pouco, muito pouco de sua extensa biblioteca), foi porque quando criança guardei e trouxe junto com meus quadrinhos na viajem para o Brasil. Seus clássicos em Super 8, filmadora, moviola e projetor Super 8 também foram e estão guardados comigo. E nem minha mãe ou irmãs fizeram qualquer esforço para ter as coisas que ele tanto gostava. Imagina as minhas, que sempre escuto que só compro lixo? O bom é que o que adquiri com esse "lixo" levarei comigo!

Ouvindo: Dream a Little Dream - Mamas and The Papas

quinta-feira, 28 de agosto de 2003

Cortina de Fumaça
Uma das coisas que me fez, e faz ainda de certo modo, um pouco me retrair quanto a falar com estranhos é muito mais o medo de minha reação á reação da pessoa do que o contrário! Claro que hoje em dia já aprendi a me controlar, não explodir á toa, coisa e tal, mas mesmo assim, nunca se sabe... Exemplo é fumar em lugares onde não se vê placa de "proibido". Me irritaria extremamente dar lado a um infeliz se autoafirmar às custas de um deslize meu. Sabe que hoje estou fazendo a última experiência no quesito fumacê? Adquiri o novíssimo Hollywood (o suuuuuuuuuuucesso!) Green Menthol, e não dá para não me sentir de volta ao anos 80. Hollywood já é uma marca bem daquela época! E quando tentaram vender produtos Hollywood? Os tênis Hollywood e Pierre Cardin (ux!) disputando mercado com All Star, a última moda promovida por Tina Turner e uma adolescente Débora Bloch na TV. E o cigarro de menta acho que dá pra tapear, fumei ao lado da minha irmã e ela nem notou. Só faltou baforar na cara dela e nada, nada e nada! A Glenda acho que aprovou também porque ainda não tentou cobrir o cinzeiro, tal e qual faz em sua caixinha de areia higiênica! Gozado que quando comecei escrever esse post ainda não havia lido o e-mail do HPG que originou o anterior... Quando escrevei o index que eles censuraram eu sabia dos riscos, mas a falta de profissionalismo dos caras foi tanta que achei que valeria a pena para futuros desavisados não criarem sites lá... Tô na chuva, posso me queimar, como diria o Tony Carrado.
Ouvindo: Picture Of My Life - Jamiroquai
ISO 14004

Oh! Consegui ser expulso do HPG! Veja!
E decobri, graças a um e-mail do departamento jurídico deles! Mas aquele amadorismo todo tem esses luxos? Leia na ítegra:

Prezado Cidadao Quem,

O Departamento de Marketing do hpG, vem por meio deste, informá-lo(a) que o conteúdo de sua home page: www.cidadaoq.hpg.com.br foi removido em 27/8/2003 por não estar cumprindo os Termos de Serviço hpG/ieG (http://www.hpg.com.br/termo.htm ).

Pedimos a gentileza que regularize o seu site antes de reenviá-lo novamente aos nossos servidores, assim evitaremos futuros contratempos. Caso insista na irregularidade, você terá o seu login cancelado, ou seja, perderá seu espaço no hpG e sua caixa postal no ieG.

Estão listados, abaixo, o(s) motivo(s) da remoção e a forma de evitar uma nova ocorrência:

conduta que seja considerada danosa para o hpG


Atenciosamente,

Andre Torres
abuse@ieg.com.br



Quase respondi com um FODA-SE, mas como mamãe me deu educação, escrevi isto:

Sr, André

Engraçado que vocês cancelaram minha conta, mas provavelmente não se interessaram em tornar o serviço prestado por vocês um pouco mais digno.

Antes de eu trocar de empresa, enviei uns 4 e-mails e não obtive resposta alguma, nem satisfação. Meu site possui qualidade, foi destaque no Yahoo, mas parece que o HPG prefere continuar sendo
um serviço exclusivo para sites com qualidade duvidosa.

E o que havia ali de danoso? Não seria melhor vocês resolverem a situação como uma empresa séria? Aliás, com os leitores de Cidadão Quem?, agora no Kit.Net., e os de meu blog, continuarei sempre jogando limpo, e não esconderei qual empresa presta maus serviços e não respeita seus usuários.

O que o HPG poderia fazer era regularizar e modernizar seu sistema de atendimento ao usuário, ao invés de censura. E para pessoas inteligentes, conduta danosa é algo muito subjetivo!

Desde já, grato ao HPG por ter hospedado CQ? por 1 ano

Miguel Andrade


Olha o serviço de suíno prestado pelo HPG! Fiquei mais de uma semana sem conseguir atualizar o site, enviando e-mails e nenhum foi respondido. Depois que já estava no Kit.Net enviaram um, sem nenhuma explicação do ocorrido, apenas falando que a situação já estava normalizada, o que nem era verdade. E favor nenhum eles faziam, já que em troca do meu conteúdo ele colocavam aqueles baners horríveis, que se não vendiam direito pra publicidade é porque eles tratam sites podres e sites bacanas com o mesmo interesse! Deixei no Index um aviso de que estava mudando o endereço pelos maus serviços prestados pela empresa... Foi isso! Gozado que e-mail explicando o porquê dos maus serviços não recebi... Agora, como você sabe, estou no endereço www.cqonline.kit.net, e tenho dito!

quarta-feira, 27 de agosto de 2003

Criswell Predicts

E sou muito mais de imagem do que de som! Para passar o tempo, ou "fazer companhia" (como um amigo sempre diz) ligo a TV e coloco um filme. Raras vezes lembro de colocar um CD. Hoje, com MP3, coisa e tal, tenho ouvido mais música do que antes pela comodidade. Nem preciso mais levantar a bunda da cadeira, ou gastar neurônios escolhendo que disco ouvir. E tenho centenas de CDs e Vinil, o que torna a escolha cada vez mais complicada. Sem falar que enjôo rapidinho de qualquer música. Ao invés de "a nossa música" (se é que você me entende) costumo ter "o nosso filme". Podem não ser os mais fantásticos ou geniais de todos os tempos, mas são especiais de alguma forma em minha memória. Não há nescessidade de drogas, Deus nos deu Hollywood!!! Logo no começo da adolescência aluguei O Clube dos 5 para ver na casa de minha irmã, recém casada e com um (Wow!) vídeo cassete novinho! Endoidei com o rebelde Judd Nelson e Molly Ringwald (também de Gatinhas e Gatões, A Garota de Rosa Shock, etc.) passou a ser "A" estrela da minha vida, pelo menos naquela fase! Alguns anos depois me deparei com Ed Wood, a obra máxima de Tim Burton... A comédia que ao final me faz chorar copiosamente. Algo me toca profundamente na história daquele bando de marginalizados, reunidos para realizar seus sonhos. Que inveja! Ali fui saber quem foi realmente o pior cineasta de todos os tempos e o melhor deles! Acabei dando bola a Cidadão Kane, que mais tarde, em um trocadalho do carilho, batizou minha coluna no jornal e depois meu site (que está de cara nova, já viu?). Sempre torci meu narigão para o peso de "melhor de todos os tempos" que o filme de Orson Welles leva e por isso sempre me recusava a vê-lo até então. Nesse filme, de 1992, aprendi e entendi muitas coisas, e até ajudou a dar o nome a meus três grandes amores e minha cadeia alimentar de estimação, o Boris, a Glenda (que nunca trocou de sexo!) e o Bela, este último, hoje, no céu dos peixinhos dourados. Claro que há muitos outros filmes importantes, muitos fotogramas brilhantes que deixam meu coração sempre aos pulos. Registros de rostos (muito mais do que palavras), eternizados no antigo celulóide. Também amo a vulgaridade das imagens que a TV se exige mostrar ininterruptamente por hora e horas a fio mas talvez por isso marquem bem menos. Tenho feito em Blow Up, meu fotolog, uma série sobre os 10 filmes mais importantes de toda a história. Entenda bem, de toda a MINHA história. Fuçando meus arquivos, por mais que queira, será impossível colocar só 10... Peneirando, peneirando, espere por 12 ou 13! Tava me esquecendo de O Mágico de Oz e a vontade eterna de se voltar ao ventre acolhedor, esnobando Akira e suas pílulas, imperdoavelmente deixando de lado Matrix, ou ainda o temor que me consumiu de ter errado tal e qual o sisudo professor de O Anjo Azul, dominado pelo par de penas (e que pernas!) de Dietrich, a chave de todo amor! E que pena não poder colocar todos, absurdamente TODOS da querida Marilyn Monroe ("Chico, Miguelito!"), ou os Billy Wilders, os Burtons, Almodóvars, Fellinis, Allens e claro, Hitchcock! Diretores que mesmo quando erram a mão ainda são gigantescos e já me mostraram tantas coisas... Como alguém já disse, todos somos feitos de estrelas...

terça-feira, 26 de agosto de 2003

A New Stereophonic Sound Spectacular

Criancinhas costumam se dar bem em novelas dramáticas. Amo ver novelas dramáticas ao lado de mãe e avó. Tipo, uma consolando a outra falando que é tudo mentira, que ninguém está morrendo... Hoje eu vi a novelinha das 8, que nem das 8 mais é! Caraca, apelar pra criancinha perdendo a mãe é demais! E o que é aquele cabelo da Torlonni? Wow, wow, wow! E que piralha chata! Por essas e outras que desencanei de ver novela! Continuo achando engraçado como sempre, mas não tenho saco de ver fotografia podre, atores idem, e um texto muito raso! Ux!!! Me espantei com a quantidade de make up que esse povo usa! Na TV, daqui do meu quarto, a imagem está tão ruim que não tinha notado isso! Até a Lindinha, que deu com as 10, tava de batão! Coitada, saiu da roça pra levar azeitona no Rio! A guria orfã é chatinha mas me fez pensar.... Sempre que alguma criança perde os pais penso na merda de vida que vai levar dali por diante! Será por muitos e muitos anos vista como "A coitada que não tem pais". Se você tiver as feições dele, muito pior, será comparado eternamente com sua postura de vida. Que porre foi fazer mini camisas de cartolina na escola, para dar no dia dos pais, sem ter o mínimo sentido! "Dá pra sua mãe, ou avô", como se fosse a mesma coisa... Lembro como se fosse ontem de quando recebi a notícia da morte de meu pai, do pires com banana em rodelas polvilhada com açúcar que eu comia na hora, de jogar tudo no chão quando minha irmã mais velha começou a gritar, lembro dele antes, chegando do trabalho sempre com uma caixinha de Lego nova, revista em quadrinhos ou uma guloseima qualquer todo santo dia. Mas o que tem me afligido a já algum tempo é não conseguir lembrar mais de sua voz. Lembro dele me ensinando o movimento de rotação e translação da terra usando uma nêspera, mas não sua voz. Dele me explicando o que era o som hi-fi, ou que os cantores não estavam necessariamente dentro da estação do rádio... Mas essa figura não tem voz, só rosto. Um rosto igual ao que fiquei, um nome igual ao meu, mas mudo...



Ouvindo: Into the Sun - Sean Lennon

domingo, 24 de agosto de 2003

Saló ou os 120 dias de Sodoma


No inicio era o verbo. Depois o homem sentiu falta de outro homem (sem referências ao "amor que não ousa dizer seu nome", claro), assim fez-se o sistema de comentários! Mas o que me encafifa é o seguinte: quem deixa comentário volta pra ler minha resposta? Volto em blogs que respondem, sim! E o Metheorito (pedrada mesmo!), o bufante (!?) agitador cultural (!?) da comunidade blogueira, está me fazendo um all about FlashMob! Grande Era! Já há uma auto intitulada papisa do FlashMob brazuca! Pra variar, pretensão e água benta... Aliás, lilás! Que tal esse bando de gente se reunir em frente a um tanque de roupa gigante e lavar 2 toneladas de meias sujas? E tô com a mesma opinião que a Hebe! Será que é grave, doutor? Ando meio cansado da classe média criar seus rótulos e futilidades hypes a cada clicada de mouse! E o Brett mais esperto que todos fez o seu foto blog, que nem precisa esperar 24 (!!!) pra atualizar e a gente deixa coments pra dedéu! E wow, tô lá também! Voltando as escrituras, o Matusalém anda péssimo! Malditos joguinhos da Disney que só nossos sobrinhos inventam de nos mostrar! Tô bege com o comentário de um amigo: "Queria ser lindo só pra fazer coisas bem sexies, mas Deus não dá asas a cobra!" E reflito a dias uma frase que ouvi nesses canais de TV católicos: "Deus ama quem dá com alegria!"... Mas há quem goste de chorar, fazer o quê?

sábado, 23 de agosto de 2003

The Cosby Show

Se há algo que não tolero é estupidez de quem nasceu na década de 80! Faça-me o favor! Já comia alimentos sólidos a muito tempo quando essa galera estava ainda na papinha! Certa vez briguei com minha irmã mais nova, que senão me engano veio ao mundo lá por 1981,1980! O que mais me emputeceu (atenção para a conjugação correta desse verbo tão bonito!) nem foram os desatinos que ela disse, mas a cara de pau dela em se achar a mais velha! Se hoje a bonita anda de moto foi porque antes "algum" tonto a ensinou como se equilibrar em um bicicleta. Aliás, lilás, quando ligaram da maternidade falando que era mais uma menina (já tinha outras duas) desatei no choro em meio a ameaças de afogamentos na banheira. Visivelmente mudei de idéia! Ou seja, me deve até a vida! Momento meigo foi ir vê-la na maternidade, quando minha irmã mais velha se revelou a neurótica da família. Ao invés de querer abraçar o bebê (bebé na época!) começou a contar os dedos das mãozinhas e dos pézinhos pra ver se a criatura tinha vindo ao mundo perfeita! Ok, se você nasce até 1979 tem carta branca para proferir qualquer barbaridade! BARBARIDADE!
Related Posts with Thumbnails